Trazendo-nos à glória - Page 24

2 de janeiro A ENCARNAÇÃO PERMITE QUE NOS APROXIMEMOS DE DEUS

Leitura : João 1.1-18 E o Verbo se fez carne e habitou entre nós . ( João 1.14 )
Se , logo no início , Jesus tivesse anunciado e exibido a divina majestade do seu relacionamento essencial com o Pai , um dos principais propósitos da encarnação teria sido frustrado . Seus discípulos ainda deveriam ter caído com rosto em terra e o reconhecido como Criador em quem , por quem e para quem o universo foi criado . Mas Deus estava buscando um relacionamento com os homens infinitamente mais elevado do que o de Criador com suas criaturas . Por um ‘ nascimento do alto ’, ele queria elevar suas criaturas a um relacionamento de filhos , e depois como filhos crescidos , com o Pai . Esse nascimento espiritual dependeria da formação de um relacionamento pessoal individual com seu Filho . Por sua vez , isso dependeria de eles serem atraídos a ele , e sem medo dele , com fé crescente e entendimento cada vez mais aprofundado , com revelação suficiente dele mesmo a qualquer momento para extrair ainda mais fé e amor deles , porém nunca a ponto de subjugar suas personalidades humanas e impossibilitar que agissem como amigos para com ele .
Muitas nações têm em seu folclore a história de um príncipe da realeza que inexplicavelmente se apaixona por uma moça pobre da cidade . Determinado a conquistá-la como noiva , ele deixa o palácio , se veste com roupas comuns , a aborda como homem comum , embora um pouco acima do nível dela e com beleza não apenas na aparência , mas sobretudo em sua conduta e comportamento . No entanto , ele geralmente esconde sua glória para que ela não tenha medo dele nem , no outro extremo , o ame simplesmente em nome da sua riqueza e posição e não por causa dele . Então , quando ganha o coração dela e ela lhe demonstra lealdade , ele gradualmente lhe revela , como diz a história , cada vez mais da sua riqueza e majestade até a deslumbrante glória do casamento público e a eventual coroação . Essa é a história – não folclórica , mas real e histórica – da encarnação do Filho de Deus , quando veio à terra como verdadeiro homem , porém Deus verdadeiro , para nos buscar para si . O que podemos dizer , senão exclamar : ‘ Que enigma bendito ! “ Grande é o mistério da piedade : Aquele [ Deus ] que foi manifestado na carne ”’ ( 1 Timóteo 3.16 ).
4