Revista Ice Brasil - Fevereiro Fevereiro 2017 - Page 4

Emílio Strapasson
Foto : Reprodução
PALAVRA DO PRESIDENTE
Em 2013 , o futuro dos esportes de gelo no Brasil era incerto : faltava tempo e dinheiro para lutar por vagas nos Jogos Olímpicos de Sochi . Contudo , um grupo de atletas talentosos e dedicados lutou até o fim pela classificação , contagiando a todos nós . O resultado já entrou para a história : a maior delegação do país nos Jogos de Inverno .
Agora , quatro anos depois , estamos nos aproximando de mais uma edição dos Jogos Olímpicos , desta vez em PyeongChang . Mas queremos tranquilizá-lo e prepará-lo : diferentemente dos outros anos , os nossos atletas de gelo estão mais preparados , maduros e confiantes do que antes .
O maior exemplo desse crescimento é nossa equipe de Bobsled . Antes considerados “ intrusos ” no circuito internacional da modalidade , hoje somos um exemplo a ser seguido . Com
participações constantes na Copa do Mundo , já estamos no Top 20 do ranking internacional e avançamos para crescer ainda mais nos próximos anos .
Evolução e dedicação . É este espírito que rege a CBDG e os esportes de gelo no Brasil . É isso que motiva Gui Pádua , campeão mundial de paraquedismo e um dos principais atletas radicais do país , a se aventurar no skeleton e realizar o antigo sonho de participar dos Jogos Olímpicos . É o que faz jovens experimentarem o luge natural . É o que move Isadora Williams na busca por mais um feito histórico na patinação artística !
Isso e muito mais você vai conferir a partir deste mês com a Revista Ice Brasil . Viaje conosco pelas próximas páginas e conheça mais sobre atletas e esportes que certamente irão fazer história para o Brasil nos próximos meses .
Emílio Strapasson
Presidente da Confederação Brasileira de Desportos no Gelo
3