Revista de Medicina Desportiva Setembro 2020 Setembro 2020 - Page 10

de apoio nesta prática , como o “ PARmed-X for Pregnancy ”, um conjunto de diretrizes desenvolvidas no Canadá , que fornece recomendações para a prescrição personalizada de exercícios através de uma checklist de verificação para profissionais de saúde , ajudando na avaliação e elaboração de um plano adequado e seguro para cada grávida . 23
É importante ressalvar que atividade física de menor intensidade também traz benefícios e , assim sendo , as mulheres grávidas devem ser incentivadas a serem fisicamente ativas , mesmo que não possam cumprir as recomendações supracitadas . Mulheres previamente inativas devem iniciar a atividade física durante a gravidez , embora possam necessitar de começar em intensidades mais baixas e evoluir gradualmente , aumentando a duração e intensidade à medida que a gravidez progride , sempre mediante tolerância . Atividades físicas de alta intensidade devem ser realizadas sob supervisão , com apoio médico e em ambientes controlados ( Tabela 1 ). 5
A gestante deve ter a liberdade de optar pelo tipo de exercício que mais lhe apraz , por forma a otimizar a adesão a longo prazo ao plano estabelecido . Dentro dos exercícios aeróbios , cujo objetivo principal é manter a capacidade cardiorrespiratória , a caminhada é preferida pela maioria das grávidas , mas pode ainda incluir outras atividades que envolvam um maior número de grupos musculares , como bicicleta estacionária , natação , hidroginástica ou mesmo dança . Relativamente aos exercícios de resistência ( força ), estes preveem sobretudo o fortalecimento muscular e auxiliam na adaptação do organismo feminino às alterações fisiológicas decorrentes da gravidez ( modificação postural , alteração do centro de gravidade ). Estes devem priorizar a musculatura paravertebral lombar e envolver maior número de grupos musculares , escolhendo exercícios realizados com o próprio peso corporal ou bandas elásticas e devem ser evitadas cargas elevadas ou exercícios de isometria mantidos durante longos períodos de tempo . O yoga ou o Pilates , a musculação com cargas leves e o treino funcional são bons exemplos de exercícios de resistência muscular que podem ser realizados pela grávida . 24 Mulheres que desenvolvam diástase dos músculos retos abdominais devem procurar avaliação médica especializada e evitar exercícios de fortalecimento abdominal , que podem aumentar o risco de correção cirúrgica pós-natal . Apesar disso , a manutenção de atividade física aeróbica associa-se a menor probabilidade de desenvolvimento de diástase abdominal 5 .
A intensidade do exercício deve ser medida preferencialmente pela frequência cardíaca ou pela sensação subjetiva de esforço . A frequência cardíaca materna é uma medida da intensidade da atividade física ( carga interna ), devendo-se considerar os valores alvo recomendados e monitorizados pela grávida durante a prática ( esta monitorização é conseguida através de wearables : funcionalidades presentes na maioria dos relógios de wearables : e mesmo aplicações de telemóvel ). A grávida deve também ser capaz de manter uma conversa durante a atividade física , devendo reduzir a intensidade do treino se tal não for possível ( Tabela 2 ). 5
Existem modalidades desportivas que podem representar riscos acrescidos para a grávida , como a prática de mergulho ( pelo risco de embolia gasosa ), desportos de contacto ou que acarretem maior risco de queda / trauma ( esqui , equitação , hóquei , ciclismo de estrada , entre outras ), pelo que são contraindicadas . Como
Tabela 2 – Frequência cardíaca-alvo para grávidas durante a prática de atividade física 1
Idade materna Intensidade Frequência cardíaca ( bpm )
< 29
30 +
Ligeira 102-124
Moderada 125-146 Alta 147-169 Ligeira 101-120
Moderada 121-141 Alta 142-162 alternativa , caminhada rápida , ciclismo estacionário , natação ou hidroginástica são atividades aeróbias associadas a menor risco de queda ou trauma . Em atletas preparadas , no entanto , e se assegurada a correta aclimatização corporal , a atividade física de intensidade moderada em altitudes de 1800 a 2500m não acarreta riscos significativos para o bem-estar materno ou fetal . 5
Importa relembrar que a grávida deve reforçar a hidratação antes , durante e após a prática do exercício físico , evitando atividades que cursem com excessivo calor ou humidade para evitar a desidratação ( por exemplo , hot yoga ). Todas as mulheres devem interromper a atividade física e procurar atendimento médico urgente se sentirem dispneia persistente durante o treino e que não reverte com o repouso , dor torácica intensa , contrações regulares e dolorosas , hemorragia vaginal , perda de líquido amniótico ou sensação persistente de tontura que não cede com o descanso . 1
Seguimento da grávida
O acompanhamento da mulher durante a preconceção e ao longo do período gestacional é fundamental na prevenção e controlo de intercorrências relacionadas com a gravidez . É também durante a gestação que a grávida está mais predisposta à modificação de comportamentos e , globalmente , tem acesso mais regular aos cuidados de saúde .
Os profissionais de saúde devem avaliar cuidadosamente as gestantes quanto a complicações obstétricas ou médicas antes de fazer recomendações sobre a prática de atividade física . 25 O médico de medicina geral e familiar e o médico de medicina desportiva encontram-se numa posição privilegiada no acompanhamento destas mulheres , sendo por isso essencial na implementação da atividade física durante este período , de uma forma adequada e segura .
Conclusão
O período gestacional é uma oportunidade para promover comportamentos de vida saudável que
8 setembro 2020 www . revdesportiva . pt