Revista de Medicina Desportiva Julho 2020 - Page 38

Rev. Medicina Desportiva informa, 2020; 11(4):36. Notícia O Dr. Nuno Gomes é um distinto ortopedista, sendo o ombro a sua a área de maior interesse. Pertence ao board da ESSKA-ESA (European Shoulder Associates), tendo estado responsável até este ano pela Educação, mas a partir de agora assume o cargo de Vice-Presidente, para no Congresso a realizar em 2022 passar a ser o Chairman da ESA. A ESSKA, através da editora Springer, publicou muito recentemente o livro Massive and Irreparable Rotator Cuff Tears, com o subtítulo “From basic Science to Advanced Treatments. O Dr. Nuno Gomes é o primeiro editor desta importante e inovadora obra, juntamente com mais três editores, os quais pertencem também ao board da ESA. Na Introdução escrita pelo Dr. Felix H. “Buddy” Savoie III, dos EUA, encontra-se uma razão maior para a publicação do livro: As lesões no ombro são bastante comuns, mas infelizmente os nossos doentes atrasam o tratamento até que o ombro se torne severamente disfuncional. Depois, no Prefácio, o Dr. Nuno Gomes refere que muitas cirurgiões do ombro internacionais e de referência se juntaram na produção do livro, que continuam a orientarem-se para as melhores soluções para este problema frequente, que é a rotura maciça da coifa dos rotadores, onde os tratamentos conservador e cirúrgico poderão ter lugar, desde as opções biológicas até todas as opções cirúrgicas. Realça a importância da anestesia e dos bloqueios regionais, assim como se aborda a atuação perante as complicações a as falências dos tratamentos. O livro, com 387 páginas, divide-se em quatro secções repletas de capítulos muito interessantes e oportunos, para depois terminar com cinco casos clínicos. Ao longo desta obra pode ler-se sobre a biomecânica da reparação da coifa, se se trata de re-rotura ou de não cicatrização, a imagiologia da rotura, as controvérsias sobre a rotura maciça da coifa, as expetativas do doente em relação ao tratamento, a libertação do nervo subescapular, se é um facto ou se é ficção, as injeções locais no ombro, ecoguiadas ou não, e também o tratamento não-cirúrgico, este abordado pela Dra. Joana Gomes. Naturalmente que as técnicas cirúrgicas são indicadas e, finalmente, na secção quatro, abordam-se os problemas complexos e as revisões. Com um grafismo bonito, este livro deve ser lido e estudado. Felicitam- -se todos os autores e editores, em particular o Dr. Nuno Gomes pela competência e coragem. O Dr. Henrique Jones é um dos nossos “ponta de lança” na ESSKA, onde tem sido bastante ativo e reconhecido pelos seus pares e não só. Ele foi o Chairman da European Sports Medicine Associates (ESMA), que é uma secção ESSKA, no período de 2018-2020. Agora ocupa o cargo de Past-chairman, sendo o Chairman atual o Dr. Gian Luigi Canata de Itália. O objetivo da ESMA é integrar “várias disciplinas da medicina desportiva, incluindo cirurgiões ortopédicos, médicos desportivos, fisioterapeutas, cientistas desportivos e outros”. E assim tem acontecido, sendo atividade organizativa e editorial é abundante. Surge agora esta verdadeira pérola da Medicina Desportiva (MD), publicada em março de 2020, com 804 páginas, ainda durante a presidência do Dr. Jones, o qual é um dos seis editores. No Prefácio escreveu que o livro surgiu por dois motivos, educação e divulgação da MD, e que é “nossa missão adotar e promover as melhores práticas da MD, não apenas para prevenir lesões, mas também para ajudar os atletas a regressarem no mesmo nível de rendimento após a lesão.” O livro é composto por 18 capítulos que englobam tudo ao que à MD interessa, nas perspetivas recreativa e competitiva. Logo no primeiro, o atleta jovem, feminino, portador de deficiência, de recreação, idoso ou retirado do desporto, a saúde e o desporto no quotidiano são abordados. Depois, grande ênfase é dada à Prevenção da lesão e ao Rerturn to Play. Em vários capítulos abordam- -se as lesões dos vários segmentos corporais, desde a coluna vertebral até às lesões nas mãos, as agudas e as de sobrecarga. Interessante é a abordagem exaustiva de todos os desportos em vários capítulos que os autores deram o nome de “Aspetos dos diferentes desportos” e nos quais se abordam assuntos do atletismo, jogos de equipa e com bola, de inverno, na água, de combate, de elevada velocidade / energia, desportos modernos ou em situações extremas ou especiais, etc. A nutrição, os suplementos e antidopagem, assim como os aspetos jurídicos são referidos. A medicina de emergência também tem destaque em capítulo próprio. O livro tem a participação de vários autores portugueses. O Dr. Henrique Jones escreveu seis temas e o Dr. Manuel Virgolino escreveu dois, mas também há a colaboração do Prof. Doutor J. Espregueira- -Mendes e do Dr. Gonçalo Moraes Sarmento, para além de outros. É uma edição da Springer Medical Books, muito atual e que se aconselha para livro de texto de estudo, consulta e orientação na dinâmica global da Medicina Desportiva. 36 julho 2020 www.revdesportiva.pt