Revista de Medicina Desportiva Informa Setembro 2012 - Page 7

Notícia

Óscar Pistorius é um sprinter que nasceu em 22 Novembro de 1986 na África do Sul e é conhecido pelo nome de “ Blade Runner ”, o homem mais rápido sem pernas . Nasceu com ausência congénita dos 2 perónios ( hemimelia ) e aos 11 meses de idade sofreu amputação das pernas , entre os joelhos e os tornozelos . Curiosamente descobriu a sua aptidão para a velocidade em pista aos 16 anos de idade quando corria à volta numa pista no seu processo de reabilitação de uma lesão no joelho ocorrida durante a prática de râguebi em junho de 2003 . A 1 .ª prova onde participou com atletas sem deficiência foi em 2007 mas , dado que gerou muita controvérsia , a IAAF ( International Association of Athletes Federations ) alterou os regulamentos , proibindo a participação de atletas portadores de qualquer sistema que incorporasse molas , rodas ou qualquer outro elemento que pudesse criar alguma
vantagem a em relação a outro atleta . Contudo , o Tribunal Arbitral do Desporto , em Lausanne , revogou aquela diretiva em 16 de Maio de 2008 . Apesar de ter ambicionado correr nos Jogos Olímpicos de Pequim ( 2008 ), não teve essa oportunidade já que não conseguiu qualificar-se . O sonho viria a concretizar-se para os Jogos de Londres quando a 04 de Julho de 2012 ficou a saber que fora selecionado para correr os 400m e a estafeta 4 � 400 metros e representar a África do Sul . Tornava-se , assim , o 1 .º atleta duplamente amputado a participar numas olimpíadas : foi no dia 04 de Agosto , na 1 .ª eliminatória , na linha 6 , tendo sido apurado para a semifinal ( 45 , 44 seg ), mas nesta , no dia 05 / 08 , falhou o apuramento para a final ( 46 , 44 seg ).
Os tempos obtidos em pista nos 100 , 200 e 400 metros são impressionantes quando comparados com os recordistas mundiais , não portadores de qualquer deficiência ( ver Quadro ).
Óscar Pistorius é um exemplo de perseverança , de luta pelos objetivos definidos , mas é também um homem generoso . Numa entrevista concedida no início de Agosto referiu que “ apenas pretendo ser uma boa pessoa e trabalhar o mais forte possível para ser o melhor atleta que eu possa ser . Espero que a minha dedicação e história possam inspirar as pessoas para praticar desporto em qualquer nível e gostarem dele ”, que não desiste , pois “ qualquer revés que eu sofra torna-me mais determinado e faz-me trabalhar anda mais forte ”. Referiu ainda que “ O desporto ensina-nos bons valores : trabalho duro , determinação , dedicação e trabalho de equipa . Estes valores podem ser adaptados e usados na vida quotidiana …” É um exemplo de vida , sem dúvida . Para mais informação consultar o seu site oficial ( http :// www . oscarpistorius . com /). BR
Tempo – seg ( 100 metros )
Atleta
Data
9,58 ( record do Mundo )
Usain Bolt ( Jamaica )
16 Ago 2009
9,63 ( record Olímpico )
Usain Bolt ( Jamaica )
05 Ago 2012
10,91 ( record desporto adaptado )
Oscar Pistoruis ( África do Sul )
04 Abr 2007
Tempo – seg ( 400 metros )
Atleta
Data
43,18 ( record do Mundo )
Michael Johnson ( EUA )
26 Ago 1999
43,49 ( record Olímpico )
Michael Johnson ( EUA )
29 Jul 1996
45,07 ( record desporto adaptado )
Oscar Pistoruis ( África do Sul )
19 Jul 2011
www . interorto . pt
Revista de Medicina Desportiva informa Setembro 2012 · 5
Notícia Óscar Pistorius é um sprinter que nasceu em 22 Novembro de 1986 na África do Sul e é conhecido pelo nome de “Blade Runner”, o homem mais rápido sem pernas. Nasceu com ausência congénita dos 2 perónios (hemimelia) e aos 11 meses de idade sofreu amputação das pernas, entre os joelhos e os tornozelos. Curiosamente descobriu a sua aptidão para a velocidade em pista aos 16 anos de idade quando corria à volta numa pista no seu processo de reabilitação de uma lesão no joelho ocorrida durante a prática de râguebi em junho de 2003. A 1.ª prova onde participou com atletas sem deficiência foi em 2007 mas, dado que gerou muita controvérsia, a IAAF (International Association of Athletes Federations) alterou os regulamentos, proibindo a participação de atletas portadores de qualquer sistema que incorporasse molas, rodas ou qualquer outro elemento que pudesse criar alguma vantagem a em relação a outro atleta. Contudo, o Tribunal Arbitral do Desporto, em Lausanne, revogou aquela diretiva em 16 de Maio de 2008. Apesar de ter ambicionado correr nos Jogos Olímpicos de Pequim (2008), não teve essa oportunidade já que não conseguiu qualificar-se. O sonho viria a concretizar-se para os Jogos de Londres quando a 04 de Julho de 2012 ficou a saber que fora selecionado para correr os 400m e a estafeta 4  400 metros e representar a África do Sul. Tornava-se, assim, o 1.º atleta duplamente amputado a participar numas olimpíadas: foi no dia 04 de Agosto, na 1.ª eliminatória, na linha 6, tendo sido apurado para a semifinal (45, 44 seg), mas nesta, no dia 05/08, falhou o apuramento para a final (46, 44 seg). Os tempos obtidos em pista nos 100, 200 e 400 metros são impressionantes quando comparados com os recordistas mundiais, não portadores de qualquer deficiência (ver Quadro). Óscar Pistorius é um exemplo de perseverança, de luta pelos objetivos definidos, mas é também um homem generoso. Numa entrevista concedida no início de Agosto r Y\]B]YH8'\[\][\[XHB\HHX[\XZ\ܝB][\H\Y[܈]]H]YB]HH\\\]YHHZ[BYXpH\0ܚXH[\\\\\\H]X\\ܝ™[H]X[]Y\][H\[H[x'K]YH\\K\8']X[]Y\]\œ]YH]HٜHܛK[YHXZ\]\Z[YH^[YHX[\[HXZ\™ܝx'KY\]HZ[H]YH8'\ܝ™[[K[ۜ[ܙ\ΈX[™\]\Z[pYXpBX[H\]Z\K\\[ܙ\œ[H\Y\YH\YBYH][YX[x)'H0H[H^[\BYK[H0YK\HXZ\[ܛXpۜ[\]H]HٚXX[˛\\ܚ]\˘KK[\8$Y L Y]B]]B]B K N Xܙ][B\Z[ [XZXJBMY B K Xܙ0[\XB\Z[ [XZXJB HY LL LH Xܙ\ܝY\YB\\ܝZ\ 0YXH[ B X ‚[\8$Y Y]B]]B]B N Xܙ][BZXY[ۈ UPJBY NNNB H Xܙ0[\XBZXY[ۈ UPJBH[ NNM K Xܙ\ܝY\YB\\ܝZ\ 0YXH[ BNH[ LB˚[\ܝ˜]\HHYYX[H\ܝ]H[ܛXH][X L0 B