Revista de Medicina Desportiva Informa Setembro 2012 - Page 18

atividades desportivas devemos ter em mente que o Mg 2 + é um importante regulador : 1 . na ativação enzimática durante o metabolismo energético ( ATP ); 2 . na ativação de enzimas envolvidas na sintese proteica ; 3 . na estabilização da função e integridade da membrana celular e
4 . na “ sinalização celular ” ( cálcio intracelular ) 6 .
Magnésio e exercício
Os atletas , em particular , são um grupo populacional com tendência a apresentar perdas elevadas de magnésio pela urina e pelo suor em períodos de exercício intenso . Inclusive , por esta razão , especula-se que as necessidades dos atletas sejam 10 % a 20 % maiores do que as recomendações atuais para indivíduos do mesmo sexo e da mesma idade com um estilo de vida sedentário 6 .
Têm sido vários os estudos relacionados com exercício e o Mg . A aferição do magnésio sérico , plasmático ou eritrocitário , é o indicador do estado nutricional mais utilizado para este mineral . Alguns estudos apontam para a indução de um estado de hipomagnesemia provocado pelo exercício agudo , enquanto que o Mg intracelular das células sanguíneas se mantém inalterado 6 , 7 .
Relevante na questão do aporte de Mg são os resultados de estudos longitudinais que sugerem que o exercício crónico pode ser acompanhado por depleção de Mg 2 + e que os atletas são propensos a deficiência de Mg 2 + sobretudo por perdas na urina e no suor .
Aquando da depleção de magnésio , o cálcio intracelular eleva-se , visto que este exerce um importante papel na contração , tanto da musculatura lisa como da esquelética . Um quadro de depleção de magnésio pode resultar em cãibras musculares , hipertensão e vasoespasmos coronários e cerebrais . No desempenho físico , a falta de magnésio traduz-se em lesões musculares mais severas , ficando os músculos mais suscetíveis à infiltração por macrófagos e neutrófilos e à rotura do sarcolema , dificultando o processo de regeneração e podendo ocasionar queda no desempenho
Alimento ( 100 GR )
Magnésio
Cacau em pó
406
Farelo trigo tipo All bran
370
Pinhão miolo
270
Amêndoa , miolo , com pele
259
Soja grão cru
254
Castanha de caju torrada
250
Favas secas cruas
196
Amendoim miolo
182
Feijão branco / frade cru
180 / 130
Noz miolo
160
Avelã miolo
159
Tosta trigo integral
145
Farinha de trigo integral
142
Flocos de aveia / trigo
122 / 140
Leite vaca pó gordo / magro
105 / 138
Ervilhas secas cruas
121
Lentilhas secas cruas
114
Milho grão seco cru
113
Arroz integral cru
109
Chocolate em pó
104
Grão de bico cru
100
Pão trigo integral com soja
100
Bolacha de aveia
100
Banana
28
Maça com casca
8
Arroz comum
32
Batata cozida / crua
13
Porco lombo grelhado / cru
32
Vaca lombo magro cru
23
Frango inteiro com pele cru
23
http :// www . calorias . com . pt / nutrientes / alimentos- -lista-magnesio. html
físico 8 . A privação de magnésio também aumenta a exigência em oxigénio para completar exercícios submáximos e reduz o rendimento em exercícios de endurance 9 .
Num recente estudo realizado por C Nunes Matias et cols ( 2010 ) 9 foram avaliados 20 atletas portugueses de elite na modalidade de judo . Os atletas que praticam desportos com categorias por pesos corporais , como o judo , são sujeitos a apertados controlos de peso que os obrigam a restrições dietéticas . Nesta modalidade , a sudação e a redução da ingestão de água são práticas comuns para se atingir um peso alvo - prática que pode levar a consequente depleção de Mg , com consequentes implicações negativas no rendimento e capacidade muscular . No âmbito deste estudo , no grupo que reduziu significativamente o seu valor de água intra celular ( IWC ) foi observada diminuição do valor da força máxima de preensão . Neste grupo observou-se uma correlação positiva entre as alterações do Mg nos glóbulos vermelhos e o registo de força . Dado que estes resultados foram concordantes com outros estudos que referem ser necessário ter adequados níveis de concentração de Mg para manter uma capacidade muscular ótima , e dado que nestes regimes de treino as perdas de Mg podem ser consideráveis e o aporte poder ser marginal , é proposta a suplementação com Mg , especialmente durante os períodos de redução de peso .
Segundo outros autores , apesar da suplementação de magnésio em dietas de atletas competitivos ser amplamente utilizada para melhorar a função celular , não existe evidência suficiente que comprove efeitos benéficos no desempenho físico , desde que o estado nutricional relativo seja adequado . Desta forma , a suplementação não tem por si só efeitos ergogénicos , apenas é útil na medida em que reverte o estado da sua deficiência 9 .
No entanto , outros estudos singulares apontam no sentido de se verificarem benefícios com a suplementação de Mg sobretudo em determinados parâmetros indiciadores de melhor economia de esforço ( p . ex . VO 2max e lactatos ) 10 .
A suplementação em Mg
A suplementação em Mg deve ser considerada em atletas com indicações de depleção de Mg . Esta recomendação baseia-se na existência de estudos realizados em animais e em humanos que apontam no sentido de que o déficit de Mg pode comprometer o rendimento desportivo .
Os suplementos de Mg podem incluir compostos inorgânicos ou orgânicos ( estes últimos apresentam melhor biodisponibilidade ) com diferentes concentrações . 375 mg de Mg correspondem a 100 % da ingestão diária recomendada . Contudo , deve-se relembrar que o magnésio é um mineral presente na maioria dos alimentos , em valores muito variados . Apresenta-se em altas concentrações nos vegetais , cereais integrais e nas frutas secas , por exemplo 11 . O excesso de aporte pode causar diarreia .
Obviamente , todas as considerações anteriormente referidas se
16 · Setembro 2012 www . revdesportiva . pt
atividades desportivas devemos ter em mente que o Mg2+ é um importante regulador: 1. n  a ativação enzimática durante o metabolismo energético (ATP); 2. n  a ativação de enzimas envolvidas na sintese proteica; 3. n  a estabilização da função e integridade da membrana celular e 4. n  a “sinalização celular” (cálcio intracelular)6. Magnésio e exercício Os atletas, em particular, são um grupo populacional com tendência a apresentar perdas elevadas de magnésio pela urina e pelo suor em períodos de exercício intenso. Inclusive, por esta razão, especula-se que as necessidades dos atletas sejam 10% a 20% maiores do que as recomendações atuais para indivíduos do mesmo sexo e da mesma idade com um estilo de vida sedentário6. Têm sido vários os estudos relacionados com exercício e o Mg. A aferição do magnésio sérico, plasmático ou eritrocitário, é o indicador do estado nutricional mais utilizado para este mineral. Alguns estudos apontam para a indução de um estado de hipomagnesemia provocado pelo exercício agudo, enquanto que o M [X[[\\[[\œ[p[X\HX[0[H[[\Y͋ ˂[][HH]Y\0\ܝBHY\[YH\Y›ۙ]Y[Z\]YHY\[H]YH™^\X[ܰۚXH\X\[Y܈\pHY̊H]YH˜]]\[HYXpꛘXBHY̊؜]Y܈\\B\[HH[܋\]X[H\pHXY۰\[[[[X[[\[]K\K\]YH\H^\H[H[\ܝ[B\[H۝p[H]\[]\H\H[H\]Y[0]XK[H]XYH\pHXY۰\[œH\[\[HX\]\[\\\\[H\\\[˜ܛ۰\[H\XZ\ˈ\[\[\XH[HHXY۰\[Y^\H[H\Y\]\[\\›XZ\]\\X[p[›XZ\\]0]Z\0[[p܂XXܰ٘YH]]ٚ[H0\B\[XKYX[[\HY[\pH[›\[ۘ\]YYH\[\[ŒM0][X L˜]\ܝ]K[[Y[ L ԊBXY۰\[‚X]H[H0‚ \[Y\[[[0Z[‚[pꛙKZ[H[BNBژHܰܝBM\[HHZHܜYBL]\X\ܝX\‚NM[Y[Z[‘ZZ[ YHܝBN N LވZ[‚M][0Z[‚MNBHY[Yܘ[M B\[HHY[Yܘ[M H]ZXH Y‚LM Z]HXH0ܙXYܛ‚L KL\[\X\ܝX\‚LB[[\X\ܝX\‚LMZ[ܰXܝBLL‚\ވ[Yܘ[ܝBLB]H[H0‚L ܰHXܝBL 0Y[Yܘ[HژBL XHH]ZXBL [[BXpHH\B\ވ][B̂]]HޚYH ܝXBL‚ܘXܙ[Y ܝB̂XHXXYܛܝB‚[[Z\H[HܝB‚˘[ܚX\˘K ۝]Y[\[[Y[[\K[XYۙ\[˚[\X H]pHXY۰\[[X[H][Y[HH^YꛘXH[BY[[\H\]\^\X[œXp^[[HY^[[Y[™[H^\X[H[\[NK[HX[H\YX[^Y܂[\X]X\] L NHܘ[B][XY ]]\ܝYY\\™H[]HH[[YYHHY˂]]\]YH]X[H\ܝ˜H]YܚX\܈\ܜܘZ\[YZZ]H\\Y۝H\]YH؜Y[HH\pY\Y]0]X\ˈ\B[[YYKHYpHHYp™H[\0H0YXH]X\˜][\HH][\[H\[‹H]XH]YHH]\Hۜ\]Y[H\pHYHۜ\]Y[\[\XpY\Y]]\œ[[Y[H\XYYH]\[\0X]\H\Yܝ\œ]YHY^]HYۚYX]][Y[H]B[܈H0YXH[H[[\ UHB؜\YH[Z[Zp[܈BܰHp^[XHHY[ˈ\Bܝ\؜\K\H[XHܜ[p‚]]H[H\[\pY\Y›0؝[\Y[HY\™HܰKY]YH\\\[Y™ܘ[Hۘܙ[\H]™\Y]YHY\[H\X\\[\Y\]XY]Z\Hۘ[pHY\HX[\[XH\XYYH]\[\0[XKHY]YB\\Y[Y\HZ[\\\™HY[H\ۜY\]Z\H˜\ܝH\\X\[[ 0HHH\[Y[pHY\XX[Y[H\[H\[™HYpH\˂Y[]]]ܙ\\\\H\[Y[pHXY۰\[[BY]\H]]\\]]]\[\[Y[H][^YH\HY[ܘ\H[[[\^\B]Y0ꛘXHYXY[H]YH\ݙBYZ][YX\[\[™\X\H]YH\Y]X[ۘ[[]]ZHY\]XYˈ\HܛXKH\[Y[p[H܈H™YZ]\[X\[\0H0[BYYYH[H]YH]\H\YBXHYXpꛘXNK[[]\Yœ[[\\\۝[H[YBH\YX\[H[YX[HB\[Y[pHY؜]Y[B]\Z[Y\Y][XXYܙ\HY[܈XۛZXHH\ٛܰŠ ^ ̛X^HX]LL H\[Y[p[HYH\[Y[p[HY]H\ۜY\YH[H]]\H[XpY\H\pHYˈ\HXY[p\ZXK\HH^\0ꛘXHB\YX[^Y[H[[XZ\H[B[X[]YH\۝[H[Y™H]YH0YX]HYH\Y]\[[Y[\ܝ]˂\[Y[HY[B[Z\\[ܙ蛚XBܙ蛚X \\0[[\\[[HY[܈[\ۚX[YYJHBY\[\ۘ[pY\ˈ HYBYܜ\ۙ[HH L  HH[\0p\XHXY[YK۝Y]K\H[[X\]YHXY۰\[0B[HZ[\[\[HHXZ[ܚXH˜[[Y[[H[ܙ\]Z]\XY˂\\[K\H[H[\ۘ[pY\›Y]Z\\XZ\[YܘZ\H\™]\X\܈^[\LK^\™H\ܝHH]\\X\ZXK؝X[Y[K\\ۜY\pY\[\[ܛY[HY\Y\B