Revista de Medicina Desportiva Informa Março 2017 - Page 30

1 . O nosso Congresso está a andar com convidados de peso e temas escaldantes . Em breve teremos o programa definitivo e demais informações . Ninguém irá esquecer o XIII Congresso da SPAT e as surpresas programadas . Mãos á obra para as Comunicações Livres .
2 . A SPAT esteve presente através de vários dos seus membros da Direção no No Consensus Lisbon Knee Meeting e saúda o Past President Ricardo Varatojo e a restante Comissão Organizadora pela excelência do evento .
3 . A SPAT patrocinou cientificamente o XXVII Curso de Reabilitação e Traumatologia do Desporto , realizado em Coimbra no passado dia 28 de janeiro . Mais um sucesso científico e organizacional dos nossos sócios J . Páscoa Pinheiro e Pedro Lemos Pereira .
4 . A SPAT dá o patrocínio científico ao Congresso do Serviço de Ortopedia do CHVN Gaia / ESPINHO , E . P . E com o tema Artroplastias do joelho e seu resgate ( Horrendoplastia ), que será a 27 de maio no Hotel Holiday Inn Gaia , e ás 3 as Jornadas de Medicina Desportiva do Rio Ave F . C ., em Vila do Conde no 3 de Junho , nos Hospitais Senhor do Bonfim ( Touginhó ), Vila do Conde .
5 . A nossa colaboração com a Revista de Medicina Desportiva Informa é uma aposta ganha . O espaço está aberto para todos os que quiserem enviar os seus artigos para publicação , na área da Artroscopia e Traumatologia Desportiva . Enviar trabalhos para spat @ spat . pt ( bolsa de textos ).
6 . A SPOT aceitou patrocinar cientificamente , e divulgar , o nosso Congresso . O nosso particular agradecimento ao Sr . Presidente da SPOT .
7 . Em breve teremos ao vosso dispor o Registo SPAT de ligamentoplastias do LCA . Estamos a trabalhar no projeto .
8 . Finalmente um apelo : regularizem as vossas quotas . A SPAT só poderá crescer e servir melhor com congressos , fellowships , publicações , cursos de cadáver , registos , guidelines com o vosso apoio e com a vossa contribuição .
Os grupos apresentaram razões semelhantes entre homens e mulheres e a idade média comparável e a diferença observada na idade entre os grupos não é clinicamente relevante .
A diferença entre CDSS aos 18 meses e CDSS antes do tratamento ( alteração em relação à linha de base ) foi calculada para cada doente e a média da alteração em relação à linha de base foi calculada para ambos os grupos .
Os resultados dos exames de Raio X e de ressonância magnética mostram melhor imagem de defeito , significando melhor preenchimento de defeito 14 , de acordo com a melhoria clínica , no grupo MF + PRP , em comparação com o grupo MF ( Fig . 2 ).
Discussão
Os resultados globais dos tratamentos foram bons ou muito bons ( scores entre 70 e 90 para a escala CDSS ) em relação com a avaliação clinica e retorno à competição . O grupo MF + PRP mostrou , em média , um score CDSS significativamente maior em comparação com o grupo MF isoladas .
As metodologias estatísticas aplicadas mostraram que o grupo MF + PRP distingue-se claramente do outro grupo . O grupo MF + PRP tinha um valor CDSS médio que era significativamente inferior ao valor CDSS médio para o grupo MF isoladas antes do tratamento . Após 18 meses de seguimento , o grupo MF + PRP apresentou valores médios de CDSS superiores em comparação com o grupo MF . Ambos os grupos apresentaram aumento no valor médio do CDSS do pré-operatório para 18 meses , porém a melhora no CDSS no grupo MF + PRP foi significativamente maior do que no grupo MF .
Conclusões
A adição de plasma rico em plaquetas ( PRP ) ao tratamento com microfraturas parece melhorar os resultados , de acordo com a avaliação clinica , escala CDSS e RM comparada com a microfracturas isoladas , após 18 meses de seguimento , mesmo em jogadores de futebol .
Bibliografia
1 . Mithoefer K , Peterson L , Mandelbaum BR , Minas T . Articular cartilage repair in soccer players with autologous chondrocyte transplantation : functional outcome and return to competition . Am J Sports Med . 2005 ; 33:1147-1153 .
2 . Alpaslan Oztürk , M . Recai Ozdemir , and Yüksel Ozkan . Osteochondral autografting ( mosaicplasty ) in grade IV cartilage defects in the knee joint : 2 – to 7-year results . Int Orthop . 2006 June ; 30 ( 3 ): 200 – 204 .
3 . Ho SS , Luo J , Haydon R , et al . Characterization of chondrocyte scaffold carriers for cell based gene therapy in articular cartilage repair . Program and abstracts of the American Orthopaedic Society of Sports Medicine Annual Meeting ; July 14-17 , 2005 ; Keystone , Colorado .
4 . Guillen P , Abelow SP , Jaen TF . Matrix / membranous autologous chondrocyte implantation for the treatment of large chondral defects of the knee and ankle . Program and abstracts of the American Orthopaedic Society of Sports Medicine Annual Meeting ; July 14-17 , 2005 ; Keystone , Colorado .
5 . Mithoefer K , Williams RJ , Warren RF , et . al . The microfracture technique for the treatment of articular cartilage lesions in the knee . prospective cohort study . J Bone Joint Surg Am . 2005 ; 87:1911-1920 .
6 . Steadman JR , Rodkey WG , Singleton SB , Briggs KK . Microfracture technique for full-thickness chondral defects : technique and clinical results . Oper Tech Orthop 1997 ; 7:300-304 .
7 . Steadman JR , Rodkey WG , Rodrigo JJ . Microfracture : surgical technique and rehabilitation to treat chondral defects . Clin Orthop . 2001 ; 391:362 – 369 .
8 . Blevins FT , Steadman JR , Rodrigo JJ , Silliman J . Treatment of articular cartilage defects in athletes : an analysis of functional outcome and lesion apperance . Orthopaedics 1998 ; 21:761 – 768 .
9 . Rodrigo JJ , Steadman JR , Silliman JF , Fulstone HA . Improvement of full-thickness chondral defect healing in the human knee after debridement and microfracture using continuous passive motion . Am J Knee Surg 1994 ; 7:109 – 116 .
10 . Eppley BL , Woodell JE , Higgins J . Platelet quantification and growth fac-tor analysis from platelet-rich plasma : implications for wound healing . Plast Reconstr Surg . 2004 ; 114 ( 6 ): 1502 – 1508 .
11 . Gobbi , Alberto . New possibilities for cartilage repair . European Musculoskeletal Review , 2010 ; 5 ( 2 ).
12 . Van den Berg , van der Kraan PM , Scharstuhl A , van Beuningen HM . Growth factors and cartilage repair . Rheumatology Research Laboratory , University Medical Center , Nijmegen , The Netherlands .
13 . Cameron ML , Briqqs KK , Steadman JR , Reproductibility of the outerbridge classification for grading chondral lesions of the knee arthroscopicaly . Am J Sports Med . 2003 ; 31 ( 1 ): 83-6 .
14 . Potter HG . Symposium : MRI-T2 mapping [ of articular cartilage ]. Program and abstracts of the American Orthopaedic Society of Sports Medicine Annual Meeting ; July 14-17 , 2005 ; Keystone , Colorado .
15 . Daniel WW Applied Nonparametric Statistics 2 nd Edition . 1990 , Duxbury .
28 Março 2017 www . revdesportiva . pt