Revista de Medicina Desportiva Informa Março 2017 - Page 13

Tema 1

Rev . Medicina Desportiva informa , 2017 , 8 ( 2 ), pp . 11 – 13

Exercício Físico e Menopausa

Dra . Marisa Barros 1 , Dra . M . Manuela Bernardo 2
1
Interna de Medicina Geral e Familiar , USF Camélias , ACeS Gaia ; 2 Interna de Medicina Geral e Familiar , USF das Conchas , ACeS Lisboa Norte / Pós-Graduada em Medicina Desportiva . Vila nova de Gaia , Lisboa .
RESUMO / ABSTRACT
A menopausa constitui o fenómeno central do climatério , no qual ocorre o declínio da função ovárica . Ocorrem manifestações multiorgânicas que interferem na saúde e na qualidade de vida , condicionando diferentes níveis de aptidão física . A osteoporose e a sarcopenia são um exemplo . A mudança do estilo de vida é uma das estratégias a adotar , sendo o exercício físico primordial , com benefícios inquestionáveis . É importante desenvolver um programa de exercícios individualizados de acordo com os antecedentes médicos e nível de atividade física anterior , assim como com os objetivos pretendidos .
Menopause is the main phenomenon of climacteric phase , in which there is a decline in ovarian function . Multiorganic manifestations occur and affect health and life ’ s quality , affecting different levels of physical fitness . Osteoporosis and sarcopenia are an example . The change of lifestyle is one of the strategies to adopt . The exercise is fundamental and it has unquestionable benefits . It is important to develop an individualized exercise program according to the medical history and the previous level of physical activity , as well as the objectives to achieve .
PALAVRAS-CHAVE / KEYWORDS
Menopausa , exercício físico Menopaus , physical exercise
Introdução
O climatério é o período da vida da mulher em que ocorre o declínio da função ovárica , associado a um progressivo estado de hipoestrogenismo . Representa um processo biológico natural que ocorre como parte do envelhecimento feminino 1 , 2 . A menopausa constitui o fenómeno central do climatério 3 . É diagnosticada retrospetivamente após 12 meses consecutivos de amenorreia . Embora seja um fenómeno natural , a menopausa marca o início de uma fase de instalação de alguns fatores de risco , que têm tradução posteriormente em problemas de saúde , com um impacto significativo 5 .
Com o envelhecimento global da população , a percentagem da população feminina que se encontra em pós-menopausa é cada vez mais significativa 2 . Estima-se que atualmente as mulheres vivam cerca de um terço da sua vida em pós-menopausa 1 , 2 . Está associada a um conjunto de manifestações multiorgânicas que interferem na saúde e na qualidade de vida da mulher 3 . Entre elas destacam-se os sintomas vasomotores , o aumento de peso , as perturbações do sono , as modificações urogenitais e sexuais , bem como as alterações do humor e da memória 2 , 4 .
Os cuidados preventivos adequados trarão benefícios , com aumento da sua qualidade de vida . Diversas terapêuticas farmacológicas e não farmacológicas estão disponíveis para amenizar a sintomatologia climatérica . A mudança do estilo de vida é uma das melhores estratégias para prevenir os fatores de riscocaracterísticos desta fase , sendo o exercício físico uma das principais mudanças a adotar . São vários os resultados positivos resultantes de programas de exercício físico regular .
Efeitos na Saúde
Sintomatologia do climatério na pós-menopausa
Alguns sintomas associados com a menopausa , como a depressão , a fadiga , as mudanças de humor e as insónias , podem ser atenuados através da prática regular de atividade física 4 . Karacan mostrou num estudo que após três e seis meses de exercício físico regular houve reduções significativas nos afrontamentos , suores noturnos , ansiedade , distúrbios de sono , irritabilidade e humores depressivos 5 . A redução desses sintomas também pareceu estar associada ao tipo , intensidade , duração e frequência do exercício . Alguns estudos demonstram que mulheres que praticam exercício físico regularmente são menos suscetíveis a afrontamentos intensos 6-8 . Há evidências que destacam a influência positiva do exercício na prevenção e tratamento de perturbaçõesa nível da saúde mental , como a depressão e ansiedade 9 . Os níveis mais elevados de atividade física foram associados com a melhoria na qualidade de vida de mulheres na pós-menopausa , previamente sedentárias 10 .
Guimarães e Baptista , num estudo cujo objetivo era analisar a influência da duração da atividade física nos sintomas do climatério , demonstraram haver uma relação positiva entre o aumento da duração total de atividade física e os sintomas do climatério . Além disso , verificou- -se que as mulheres que efetuaram pelo menos 60 minutos de atividade física diária houve efeitos benéficos mais favoráveis , principalmente ao nível dos sintomas psicológicos 11 .
Peso e distribuição de gordura Nos Estados Unidos a obesidade é mais prevalente em mulheres com idades entre os 40 e 50 anos ( 41 %), comparativamente com 30 % das mulheres de 20 a 39 anos de idade 12 . Sabe-se que a diminuição do nível de atividade física é um fator comum nesta faixa etária que pode levar a excesso de peso 13 . As alterações do peso corporal são atenuadas em mulheres que alcancem níveis suficientes de atividade física . Para além do aumento ponderal , verifica- -se nas mulheres desta fase da vida a mudança do padrão ginecoide para o padrão androide . Dados do estudo Women ’ s Health Across the Nation mostram que , em termos de composição corporal , existe um aumento de 3,4kg de massa gorda e um aumento de 5,7cm de perímetro da cintura durante a transição menopáusica 14 .
A atividade física aeróbia pode promover a diminuição da gordura abdominal visceral e , consequentemente , reduzir o risco de doenças cardiovasculares 15 . O exercício traz benefícios cardiovasculares a nível
Revista de Medicina Desportiva informa Março 2017 · 11