Revista de Medicina Desportiva Informa Maio 2016 - Page 5

Dvorak: A decisão do médico deve ser respeitada FIFA.com, 14 de agosto de 2015 Após o debate relacionado com o papel da equipa médica e a sua relação com o treinador (decorrente de um episódio ocorrido em Inglaterra durante um jogo), o médico chefe da FIFA, o Prof. Dr. Jiri Dvorak, respondeu a algumas questões para clarificar a posição da FIFA neste importante assunto. Quando ocorre um acidente no campo, qual é o protocolo a adotar na intervenção da equipa médica? Se o jogador cair e se o árbitro suspeitar de uma lesão, então ele deve chamar a equipa médica para prestar assistência médica. Quando chamada, a equipa médica tem de correr no campo para assistir o jogador. Há mesmo duas situações no futebol onde o médico de equipa pode correr para o campo sem ser chamado, que são na suspeita de paragem cardíaca súbita ou na suspeita de lesão na cabeça, como a concussão. Pode o treinador intervir nesse momento? Em termos médicos, no que concerne ao diagnóstico médico, o treinador nada tem a dizer. Apenas diz respeito ao médico e nós na FIFA apoiamos sempre. Isto é o que ensinamos, este é o modo como formamos os nossos médicos em todo o mundo. É o nosso dever profissional e o nosso dever ético cuidar da saúde dos jogadores. Se d