Revista de Medicina Desportiva Informa Maio 2016 - Page 14

CUSTOS DIRETOS 15 Custos da cirurgia Internamento hospitalar Tratamento farmacológico e não farmacológico Custos das complicações associadas aos tratamentos
instituída uma abordagem individualizada baseada nas características do viscosuplemento escolhido , mas essencialmente na gravidade da patologia e características do doente .
Qual o doente ideal para a viscosuplementação ? Será aquele com alterações de osteoartrose moderadas no estudo radiográfico ( Kellgren – Lawrence grau 2 ), não muito velho e muito sintomático . No entanto , este “ doente ideal ” nem sempre é o que nos surge no consultório . Existem , por exemplo , doentes que nos questionam “ se é possível adiar a prótese ”. Neste caso , a viscosuplementação será uma abordagem legítima . Assim , podemos considerar igualmente como candidato a realizar a viscosuplementação naquele doente idoso , que sofre de dor articular do joelho , que poderá ser uma dor não controlável , com rigidez e perda de função , geralmente com indicação para artroplastia . É aquele doente que nos procura porque diz que perdeu qualidade de vida . Uma das vantagens indiretas desta estratégia de tratamento relaciona-se também com a melhoria sintomática de um dos joelhos que consequentemente poderá evitar a sobrecarga do contralateral , que não infrequentemente também está já alterado .
As expetativas dos doentes devem ser enquadradas , a discussão sobre os riscos e benefícios desta terapêutica e , na minha experiência , recordo-os sempre que este tratamento não é garantia absoluta de obtenção de resultados . A questão do preço é obviamente uma preocupação , sendo um tratamento oneroso , mas que , quando bem- -sucedido , permite limitar a necessidade de medicação com AINE e analgésica . O fármaco ideal seria , logicamente , aquele que garantisse 100 % de eficácia , que tratasse os sintomas da patologia degenerativa osteoarticular e que pudesse modular de alguma forma a história natural da doença . A viscosuplementação apesar de disponível desde há longa data , ainda não obtém total consenso . Contudo , estarmos perante uma arma terapêutica eficaz em muitas situações , conseguindo inclusive atrasar ou obviar a necessidade de um procedimento final de artroplastia total do joelho , o que faz desta uma opção válida no tratamento da osteoartrose . Apesar de existirem várias estratégias de tratamento possíveis para a osteoartrose do joelho , em última análise esta deverá ser individualizada , uma vez que a própria dor é diferente de indivíduo para indivíduo , variando consoante seja de etiologia inflamatória , nocicetiva ou por sensibilização central . As expetativas do doente também deverão ser tidas em conta . Haverá os que privilegiarão o incremento da função , outros a melhoria da rigidez e outros apenas o alívio sintomático .
Após mais de 20 anos de utilização , a viscosuplementação com ácido hialurónico é considerado um procedimento seguro . Existe literatura recente evidenciando que as injeções intra-articulares com ácido hialurónico poderão ser o melhor tratamento da osteoartrite do joelho , embora o seu forte efeito placebo possa explicar , em alguns casos , a sua superior eficácia relativamente a outros tratamentos . Devemos ter em conta que dentro desta opção de tratamento existem viscosuplementos com formulações , características e níveis de evidência distintos que poderão influenciar o sucesso terapêutico .
Bibliografia
CUSTOS INDIRETOS Perda de produtividade Absentismo Mortalidade precoce Invalidez
1 . Bannuru , R . R . et al . Comparative effectiveness of pharmacologic interventions for knee osteoarthritis : a systematic review and network meta-analysis . Ann Intern Med . 2015 ; 162 ( 1 ): 46-54 . doi : 10.7326 / M14-1231 .
2 . Bitton , R . The economic burden of osteoarthritis . Am J Manag Care . 2009 Sep ; 15 ( 8 Suppl ): S230-5 .
3 . Burdick , J . A ., et al . Hyaluronic acid hydrogels for miomedical applications . Adv Mater 2011 , 23 : H41-H56 .
4 . Chen , A . et al . Review Article : The global economic cost of osteoarthritis : how the UK compares . Arthritis . Volume 2012 , Article ID 698709 , 6 pages . doi : 10.1155 / 2012 / 698709 .
5 . Direção-Geral da Saúde . Direcção de Serviços de Planeamento . Rede de Referenciação Hospitalar de Reumatologia . – Lisboa : Direção-Geral da Saúde , 2003 – 32 p . ISBN : 972-675-091-1 .
6 . Gupta , S . et al . The economic burden of disabling hip and knee osteoarthritis ( OA ) from the perspective of individuals living with this condition . Rheumatology ( Oxford ). 2005 Dec ; 44 ( 12 ): 1531-7 . Epub 2005 Aug 9 .
7 . Henrotin , Y . et al . Consensus statement on viscosupplementation with hyaluronic acid for the management of osteoarthritis . Seminars in Arthritis and Rheumatism , 2015 ; 45 ( 2 ), Pages 140-149 .
8 . Highley , C . B . et al . Recent advances in hyaluronic acid hydrogels for biomedical applications . Current Opinion in Biotechnology 2016 , 40:35 – 40 . doi : 10.1016 / j . copbio . 2016.02.008 .
9 . Jevsevar , D . et al . Viscosupplementation for osteoarthritis of the knee : a systematic review of the evidence . Bone Joint Surg Am , 2015 Dec 16 ; 97 ( 24 ): 2047 -2060 . http :// dx . doi . org / 10.2106 / JBJS . N . 00743 .
10 . Jevsevar , D . S . Treatment of osteoarthritis of the knee evidence-based guideline , 2nd ed . Journal of the American Academy of Orthopaedic Surgeons . 2013 ; 21 ( 9 ): p 571 – 576 . 11 . K . L . Lapane et al . Correlates of hyaluronic acid and corticosteroid injections among patients with radiographically confirmed osteoarthritis . Osteoarthritis and Cartilage , 2016 ; 24 , Pages S189-S189 .
12 . Karlsson , J . et al . Comparison of two hyaluronan drugs and placebo in patients with knee osteoarthritis . A controlled , randomized , double‐blind , parallel‐design multicentre study Rheumatology . 2002 ; 41 ( 11 ): 1240-1248 doi : 10.1093 / rheumatology / 41.11.1240 .
13 . Kellgren , J . H ., Lawrence , J . S . Radiological assessment of osteo-arthrosis . Ann Rheum Dis . 1957 Dec ; 16 ( 4 ): 494 – 502 .
14 . Maheu , E . et al . Efficacy and safety of hyaluronic acid in the management of osteoarthritis : Evidence from real-life setting trials and surveys . Semin Arthritis Rheum . 2016 Feb ; 45 ( 4 Suppl ): S28-33 . doi : 10.1016 / j . semarthrit . 2015.11.008 . Epub 2015 Dec 2 .
15 . Moskowitz , R . W . The burden of osteoarthritis : clinical and quality-of-life issues . Am J Manag Care . 2009 Sep ; 15 ( 8 Suppl ): S223-9 .
16 . Ong , K . L . et al . Hyaluronic acid injections in medicare knee osteoarthritis patients are associated with longer time to knee arthroplasty . J Arthroplasty . 2016 Jan 29 . pii : S0883-5403 ( 16 ) 00100-5 . doi : 10.1016 / j . arth . 2016.01.038 . [ Epub ahead of print ]
17 . Vogeli , C . et al . Multiple chronic conditions : prevalence , health consequences , and implications for quality , care management , and costs . J Gen Intern Med . 2007 Dec ; 22 Suppl 3:391-5 .
18 . Waddell , D . D ., Joseph , B . Delayed Total Knee Replacement with Hylan G-F 20 . J Knee Surg . 2016 Feb ; 29 ( 2 ): 159-68 . doi : 10.1055 / s-0034- 1395281 . Epub 2014 Oct 28 .
19 . Wandel , S . et al . Effects of glucosamine , chondroitin , or placebo in patients with osteoarthritis of hip or knee : network meta-analysis . BMJ 2010 ; 341 . BMJ 2010 ; 341 doi : http :// dx . doi . org / 10.1136 / bmj . c4675 .
12 Maio 2016 www . revdesportiva . pt
CUSTOS DIRETOS15 CUSTOS INDIRETOS Custos da cirurgia Perda de produtividade Internamento hospitalar Absentismo Tratamento farmacológico e não farmacológico Mortalidade precoce Custos das complicações associadas aos tratamentos Invalidez instituída uma abordagem individualizada baseada nas características do viscosuplemento escolhido, mas essencialmente na gravidade da patologia e características do doente. Qual o doente ideal para a viscosuplementação? Será aquele com alterações de osteoartrose moderadas no estudo radiográfico (Kellgren–Lawrence grau 2), não muito velho e muito sintomático. No entanto, este “doente ideal” nem sempre é o que nos surge no consultório. Existem, por exemplo, doentes que nos questionam “se é possível adiar a prótese”. Neste caso, a viscosuplementação será uma abordagem legítima. Assim, podemos considerar igualmente como candidato a realizar a viscosuplementação naquele doente idoso, que sofre de dor articular do joelho, que poderá ser uma dor não controlável, com rigidez e perda de função, geralmente com indicação para artroplastia. É aquele doente que nos procura porque diz que perdeu qualidade de vida. Uma das vantagens indiretas desta estratégia de tratamento relaciona-se também com a melhoria sintomática de um dos joelhos que consequentemente poderá evitar a sobrecarga do contralateral, que não infrequentemente também está já alterado. As expetativas dos doentes devem ser enquadradas, a discussão sobre os riscos e benefícios desta terapêutica e, na minha experiência, recordo-os sempre que este tratamento não é garantia absoluta de obtenção de resultados. A questão do preço é obviamente uma preocupação, sendo um tratamento oneroso, mas que, quando bem-sucedido, permite limitar a necessidade de medicação com AINE e analgésica. O fármaco ideal seria, logicamente, aquele que garantisse 100% de eficácia, que tratasse os sintomas da patologia degenerativa osteoarticular e que pudesse modular de alguma forma a história natural da doença. A viscosuplementação apesar de disponível desde 12 Maio 2016 www.revdesportiva.pt há longa data, ainda não obtém total consenso. Contudo, estarmos perante uma arma terapêutica eficaz em muitas situações, conseguindo inclusive atrasar ou obviar a necessidade de um procedimento final de artroplastia total do joelho, o que faz desta uma opção válida no tratamento da osteoartrose. Apesar de existirem várias estratégias de tratamento possíveis para a osteoartrose do joelho, em última análise esta deverá ser individualizada, uma vez que a própria dor é diferente de indivíduo para indivíduo, variando consoante seja de etiologia inflamatória, nocicetiva ou por sensibilização central. As expetativas do doente também deverão ser tidas em conta. Haverá os que privilegiarão o incremento da função, outros a melhoria da rigidez e outros apenas o alívio sintomático. Após mais de 20 anos de utilização, a viscosuplementação com ácido hialurónico é considerado um procedimento seguro. Existe literatura recente evidenciando que as injeções intra-articulares com ácido hialurónico poderão ser o melhor tratamento da osteoartrite do joelho, embora o seu forte efeito placebo possa explicar, em alguns casos, a sua superior eficácia relativamente a outros tratamentos. Devemos ter em conta que dentro desta opção de tratamento existem viscosuplementos com formulações, características e níveis de evidência distintos que poderão influenciar o sucesso terapêutico. Bibliografia 1. Bannuru, R. R. et al. Comparative effectiveness of pharmacologic interventions for knee osteoarthritis: a systematic review and network meta-analysis. Ann Intern Med. 2015;162(1):46-54. doi:10.7326/M14-1231. 2. Bitton, R. The economic burden of osteoarthritis. Am J Manag Care. 2009 Sep;15(8 Suppl):S230-5. 3. Burdick, J. A., et al. Hyaluronic acid hydrogels for miomedical applications. Adv Mater 2011, 23:H41-H56. 4. Chen, A. et al. Review Article: The global economic cost of osteoarthritis: how the UK compares. Arthritis. Volume 2012, Article ID 698709, 6 pages. doi:10.1155/2012/698709. 5. Direção-Geral da Saúde. Direcção de Serviços de Planeamento. Rede de Referenciação Hospitalar de Reumatologia. – Lisboa: Direção-Geral da Saúde, 2003 – 32 p. ISBN: 972-675-091-1. 6. Gupta, S. et al. The economic burden of disabling hip and knee osteoarthritis (OA) from the perspective of individuals living with this condition. Rheumatology (Oxford). 2005 Dec;44(12):1531-7. Epub 2005 Aug 9. 7. Henrotin, Y. et al. Consensus statement on v \\[Y[][ۈ]X[\ۚXXY܈BX[Y[Y[و[\]\ˈ[Z[\[\]\[][X]\K MN J KY\ M LMK HY^Kˈ][ X[Y[\[X[\ۚXXYY[܈[YYX[\X][ۜˈ\[[[ۈ[[XH M x$ NL L Mڋ[ˌ M  KH]]\ ][ \\[Y[][ۈ܂[\]\وHۙYNH\[X]X]Y]›وH]Y[KۙH[\[K MBX MM N L  KܙL L Ґ˓ ˂L R]]\ ˈX]Y[و[\]\قHۙYH]Y[KX\YZY[[K Y \[وH[Y\X[XY[^HوܝYYX\[ۜˈ L JJN Mx$M͋LKR˓ \[H][ ܜ[]\وX[\ۚXXY[ܝX\Y[X[ۜ[[ۙ]Y[]Y[ܘ\X[Hۙ\YY[\]\˂[\]\[\[YK M̍ Y\”NKTNKLR\ۋ][ \\\ۈوX[\ۘ[Y[XX[]Y[]ۙYH[\]\ˈH۝Y [Z^Y Xx$[ \[[8$\Yۈ][X[BYH][X]K J LJN L LLNL LLܚ][X]K KLKL L˂R[ܙ[ ]ܙ[KˈY[X[\\Y[و[X\\ˈ[][B\ˈ NMMX M N M8$L M SXZ]KK][ YXXH[Y]HوX[\ۚXXY[HX[Y[Y[و[\]\Έ]Y[HHX[ [YH][X[˜[\^\ˈ[Z[\]\][K MX J \ N̎ LˈN L L Mڋ[X\] MKLK  \X MHX MKS[]ˈH\[و[\]\΂[X[[]X[]K[ً[YH\Y\ˈ[HX[Y\K H\MJ\ ŇNKMSۙˈ ][ X[\ۚXXY[X[ۜš[YYX\HۙYH[\]\]Y[\B\X]Y]ۙ\[YHۙYH\\K\\K M[ KZN MM ML L MKN L L Mڋ\ M K \XZXYو[BM˂U[Kˈ][ ][\HۚXۙ][ۜ΂][[KX[ۜ\]Y[\[[\X][ۜ܈]X[]K\HX[Y[Y[ [ˈ[[\YY X̌\ ΌLKMKN UY[   \ [^YY[ۙYB\X[Y[][[Q ۙYH\˂ MX̎J NMNKM N L L MKL LML K\X M NKU[[ ˈ][ YXوX[Z[Kۙ][܈XX[]Y[][\]\و\܈ۙYN]ܚY]KX[[\\ˈR L KR L HN KܙL LL͋؛Z K