Revista de Medicina Desportiva Informa Maio 2016 - Page 10

entre o fornecimento de oxigénio e as necessidades celulares e remover os produtos metabólicos tóxicos entretanto acumulados e assim prevenir a agressão celular . Ainda de acordo com a bula , o organismo ganha a possibilidade de suportar o
Maria na conferência de imprensa em 7 / 3 / 2016 , em Los Angeles
O que aconteceu a Maria Sharapova , a tenista 28 anos de idade , vencedora de 5 slams , a atleta mais rica do Mundo 1 , 6 ? 22 de dezembro – recebeu um email da AMA informando-a que a Lista de Substâncias proibidas ia mudar , mas refere não ter lido 26 de janeiro – foi sujeita a um controlo de dopagem no Open da Austrália após ter perdido com Serena Williams nos quartos-final A mostra biológica foi analisada num laboratório acreditado pela AMA e revelou-se positiva para o meldonium , que é uma substância proibida 02 de março – de acordo com o regulamento do Programa de Antidopagem do Ténis , foi-lhe aplicada uma violação das regras de antidopagem 07 de março – dá uma conferência de imprensa em Los Angeles , onde admite a ingestão do meldonium e a sua ingestão desde 2006 , prescrito pelo seu médico assistente 08 de março – A NIKE decidiu “ suspender a relação com a Maria enquanto a investigação estiver em curso ”, ao passo que a marca de relógios suíços Tag Heuer e a Porche adiaram as negociações previstas 12 de março – foi provisoriamente suspensa até esclarecimento do caso através de inquérito a realizar pela respetiva associação internacional .
estresse e de rapidamente restaurar as reservas energéticas . Refere-se ainda que desacelera a formação da área necrótica , reduz o período de reabilitação , melhora a capacidade contráctil cardíaca , aumenta a tolerância ao esforço , melhora a circulação cerebral nas áreas isquémicas , com redistribuição do fluxo sanguíneo .
Farmacocinética 10
A droga é rapidamente absorvida por via oral , tem biodisponibilidade de 78 %, a concentração máxima sanguínea é obtida entre 1-2 horas após a ingestão . É metabolizada principalmente no fígado , de que resultam dois metabolitos eliminados pelo rim . A semivida é de 3 a 6 horas , mas dose-dependente .
Mildronate ® GX – o que diz a bula 10
Este é um exemplo de um medicamento aprovado na Ucrânia , pelo respetivo Ministro da Saúde , em 21 / 07 / 2010 . Na respetiva bula refere-se a apresentação em cápsulas de 500mg , assim como as indicações terapêuticas . Refere-se a indicação para a doença cardiovascular , como terapêutica associada , na dose de 1-2 comprimidos / dia , durante 4 a 6 semanas . Para o distúrbio da circulação cerebral , e após eliminação do evento agudo , recomenda-se 500mg-1gr / dia , em toma única ou dividida em duas tomas , durante 4-6 semanas . No caso de doença crónica a dose é de 500mg . Para a doença arterial periférica aconselha-se 500mg duas vezes por dia e os adultos com estresse físico ou intelectual devem tomar 1gr / dia , durante 10 a 14 dias , com repetição do tratamento em 2-3 semanas se necessário . Também tem indicação para os desportistas , aconselhando-se 500mg-1gr antes do treino , 2-3 semanas durante o período preparatório e depois 10-14 dias durante a competição . Finalmente , a bula refere também que tem indicação na síndrome de abstinência do alcoolismo crónico , devendo tomar-se 500mg , quatro vezes por dia , durante 7 a 10 dias . As 2gr diárias são a dose máxima recomendada . Como efeitos laterais referem-se as reações alérgicas , a dispepsia , a taquicardia , a excitação e as alterações da pressão arterial . Não existe informação sobre o uso em crianças , não deve ser usada durante a gravidez e não são conhecidos casos de sobredosagem , refere-se , já que a droga tem baixa toxicidade e não causa efeitos laterais comprometedores da saúde dos doentes . Em relação à interação com outros medicamentos , refere-se que aumenta a ação dos vasodilatadores coronários , de alguns agentes hipotensores e glicósidos cardíacos , e que se deve ter cuidado adicional com a associação com a nitroglicerina , a nifedipina , os bloqueadores α-adrenérgicos , os agentes hipotensores e os vasodilatadores periféricos .
O controlo de antidopagem no ténis internacional
A consulta do site da Federação Internacional de ténis ( ITF ) constata- -se que durante o ano de 2015 esta agência realizou mais de 4 mil controlos de antidopagem , com colheita de amostras de sangue e de urina ( ver quadro ), nas quais estão incluídas as realizadas pelo nosso grande tenista João Sousa . Este atleta , e
Programa de antidopagem da Federação Internacional de Ténis ( 2015 ) 11
2015 Amostras Total Masculinas Femininas Em competição Urina 1912 1054 858
Sangue 344 207 137
Fora de competição Urina 519 301 218 Sangue 1658 952 706 Totais 4433 2514 1919
8 Maio 2016 www . revdesportiva . pt
entre o fornecimento de oxigénio e as necessidades celulares e remover os produtos metabólicos tóxicos entretanto acumulados e assim prevenir a agressão celular. Ainda de acordo com a bula, o organismo ganha a possibilidade de suportar o estresse e de rapidamente restaurar as reservas energéticas. Refere-se ainda que desacelera a formação da área necrótica, reduz o período de reabilitação, melhora a capacidade contráctil cardíaca, aumenta a tolerância ao esforço, melhora a circulação cerebral nas áreas isquémicas, com redistribuição do fluxo sanguíneo. Farmacocinética10 Maria na conferência de imprensa em 7/3/2016, em Los Angeles O que aconteceu a Maria Sharapova, a tenista 28 anos de idade, vencedora de 5 slams, a atleta mais rica do Mundo1,6? 22 de dezembro – recebeu um email da AMA informando-a que a Lista de Substâncias proibidas ia mudar, mas refere não ter lido 26 de janeiro – foi sujeita a um controlo de dopagem no Open da Austrália após ter perdido com Serena Williams nos quartos-final A mostra biológica foi analisada num laboratório acreditado pela AMA e revelou-se positiva para o meldonium, que é uma substância proibida 02 de março – de acordo com o regulamento do Programa de Antidopagem do Ténis, foi-lhe aplicada uma violação das regras de antidopagem 07 de março – dá uma conferência de imprensa em Los Angeles, onde admite a ingestão do meldonium e a sua ingestão desde 2006, prescrito pelo seu médico assistente 08 de março – A NIKE decidiu “suspender a relação com a Maria enquanto a investigação estiver em curso”, ao passo que a marca de relógios suíços Tag Heuer e a Porche adiaram as negociações previstas 12 de março – foi provisoriamente suspensa até esclarecimento do caso através de inquérito a realizar pela respetiva associação internacional. 8 Maio 2016 www.revdesportiva.pt A droga é rapidamente absorvida por via oral, tem biodisponibilidade de 78%, a concentração máxima sanguínea é obtida entre 1-2 horas após a ingestão. É metabolizada principalmente no fígado, de que resultam dois metabolitos eliminados pelo rim. A semivida é de 3 a 6 horas, mas dose-dependente. Mildronate® GX – o que diz a bula10 Este é um exemplo de um medicamento aprovado na Ucrânia, pelo respetivo Ministro da Saúde, em 21/07/2010. Na respetiva bula refere-se a apresentação em cápsulas de 500mg, assim como as indicações terapêuticas. Refere-se a indicação para a doença cardiovascular, como terapêutica associada, na dose de 1-2 comprimidos/dia, durante 4 a 6 semanas. Para o distúrbio da circulação cerebral, e após eliminação do evento agudo, recomenda-se 500mg-1gr / dia, em toma única ou dividida em duas tomas, durante 4-6 semanas. No caso de doença crónica a dose é de 500mg. Para a doença arterial periférica aconselha-se 500mg duas vezes por dia e os adultos com estresse físico ou intelectual devem tomar 1gr / dia, durante 10 a 14 dias, com repetição do tratamento em 2-3 semanas se necessário. Também tem indicação para os desportistas, aconselhando-se 500mg-1gr antes do treino, 2-3 semanas durante o período preparatório e depois 10-14 dias durante a competição. Finalmente, a bula refere também que tem indicação na síndrome de abstinência do alcoolismo crónico, devendo tomar-se 500mg, quatro vezes por dia, durante 7 a 10 dias. As 2gr diárias são a dose máxima recomendada. Como efeitos laterais referem-se as reações alérgicas, a dispepsia, a taquicardia, a excitação e as alterações da pressão arterial. Não existe informação sobre o uso em crianças, não deve ser usada durante a gravidez e não são conhecidos casos de sobredosagem, refere-se, já que a droga tem baixa toxicidade e não causa efeitos laterais compro WFVF&W0F6;FRF2FVFW2V&V:|:6 :FW&:|:66WG&2VF6VF2&VfW&R6RVRVVF:|:6F2f6FFF&W26&:&2FPwV2vVFW2FV6&W2RvƖ<;76F26&L:62RVR6RFWfRFW 7VFFF66766:|:66G&vƖ6W&fVF2&VVF&W2 G&V:&v620vVFW2FV6&W2R2f6FFF&W2W&l:&62ࠤ6G&FRFFvVL:2FW&667VFF6FRFfVFW&:|:6FW&6FRL:2Db67FF6RVRGW&FRFR#RW7F|:6&VƗR2FRB֖6G&2FRFFvV66ƆVFFR7G&2FR6wVRRFRW&fW"VG&2V2W7L:66\:F22&VƗF2V76w&FPFV7F:66W6W7FRFWFP&w&FRFFvVFfVFW&:|:6FW&6FRL:2#R#PV6WF:|:6f&FR6WF:|:67G&0FF67VƖ0fV֖0W& S@S6wVP3C@#p3pW&S3#6wVPcSS s`FF0CC30#S@