Revista de Medicina Desportiva Informa Julho 2019 - Page 14

Para não ter Cancros da Pele, e não envelhecer… Quem está em risco de cancro da pele? O cancro da pele pode afetar qualquer pessoa, em qualquer idade. É mais comum em pessoas com mais de 50 anos prolongada ao sol. Está em risco particularmente elevado se: • Tem pele clara ou é propenso a queimaduras solares • Sofreu queimaduras solares na infância • Teve uma grande exposição ao sol (a trabalhar ou em lazer) • Faz exposições periódicas ao sol (por exemplo, nas férias) • Recorre a solários • Tem mais de 50 “sinais” (nevos) no corpo • Tem uma história familiar de cancro da pele • Tem mais de 50 anos de idade • Foi submetido a um transplante de órgão Como e onde procurar? O exame deverá incidir sobre todo o seu corpo, parte anterior e parte posterior, com particular cuidado nas áreas expostas ao sol. Coloque-se em frente a um espelho de corpo inteiro com um mais difíceis de visualizar. 1. Examine o seu rosto, incluindo o nariz, lábios, boca e orelhas (à frente e atrás). 2. Examine o seu couro cabeludo, usando um pente para separar o cabelo em madeixas. Se tem pouco cabelo, deve examinar todo o couro cabeludo muito cuidadosamente. 3. Examine as suas mãos de ambos os lados e entre os dedos. 4. Dê atenção agora ao pescoço, peito e tronco. As mulheres não devem deixar de examinar bem o espaço entre os seios e por debaixo dos mesmos. 5. Esteja ou não num grupo de alto risco, há coisas simples que pode fazer de imediato para se proteger a si e à sua família dos cancros da pele. com intervalos de 1 a 2 meses, pode impedir que uma lesão suspeita evolua e se torne mais grave ou invasiva. 12 julho 2019 www.revdesportiva.pt Dobre o cotovelo para examinar o braço e as axilas. 6. Use o espelho de mão para examinar a parte posterior do pescoço, os ombros e as costas. 7. Examine as nádegas, os genitais examine a planta dos pés e o espaço entre os dedos.