Revista de Medicina Desportiva Informa Julho 2016 - Page 33

Geral , da qual saíram grandes e boas resoluções . O próximo congresso será em Glasgow , Escócia , entre 8 e 12 de maio de 2018 . Será novamente uma boa oportunidade pata atualização de conhecimentos nesta área tão importante da artroscopia , da traumatologia desportiva .
O British Journal of Sports Medicine ( BJSM ) divulga informação clinicamente relevante para a comunidade da medicina desportiva ( MD ). Tem várias categorias de editores , uma das quais é a dos Editores Associados . Estes apoiam os Editores Associados Seniores , os responsáveis pela direcção do Jornal , em relação à “ estratégia do jornal e desempenham um papel importante na revisão e na sugestão de revisores adequados ”. Os editores têm sido escolhidos de todo o Mundo e são entidades experientes , qualificadas e dignas . Contudo , até há pouco Portugal não estava ainda representado no corpo editorial , mas felizmente que desde o início de abril o Dr . Marcos Agostinho II , um jovem médico muito interessado e estudioso da medicina desportiva , é Editor Associado do BJSM . Este facto é deveras importante e permitirá certamente uma maior exposição internacional da MD , que depois da representatividade evolui agora para a operacionalidade a um nível muito elevado . Parabéns Dr . Marcos Agostinho II .
O Dr . Hélder Pereira continua a subir de modo rápido , mas seguro ,
o caminho da excelência científica . No último congresso da ESSKA , realizado em maio , em Barcelona , teve o reconhecimento mundial referente ao tratamento das lesões do menisco : recebeu o Prémio ESSKAR , que representa o trabalho mais importante desta sociedade científica europeia entre 2014 e 2016 . O Meniscus Steering Group trabalhou durante dois anos para estabelecer o estado da arte desta temática . O Dr . Hélder Pereira é também editor do livro Surgery of the Meniscus , com lançamento mundial no passado mês de maio , o qual é agora o mais completo e atualizado livro dedicado ao tratamento das lesões do menisco . O Prefácio é dos Prof . Doutores Philipe Beaufils e René Verdonk , o que engrandece ainda mais a obra , sendo o livro dedicado a todos os médicos que tratam lesões meniscais . Entretanto , durante a mesma conferência foi eleito Presidente do Comité “ Ankle and Foot Associates ” ( AFAS ), sucedendo ao Prof . Niek van Dijk , da Holanda , pelo que a partir de agora pertence também ao Board da ESSKA . É mais um médico português a ocupar um importante cargo médico-científico nesta Associação , a par de outros colegas que ocupam cargos em duas secções : Henrique Jones ( ESMA – European Sports Medicine Associates ) e Nuno Gomes ( ESA – European Shoulder Associates ). Os Drs . Ricardo Varatojo ( Artroscopia ), Miguel Oliveira ( Ciência Básica ), Mário João Gamelas ( Cartilagem ), Hélder Pereira ( Estágios ), André Sarmento ( Artroscopia da anca ) e José Filipe Salreta ( Osteotomia ) integram os respetivos comités . O Dr . Hélder Pereira mantém ainda acento no comité de Ciência básica , na qualidade de past-president .
Homenagem ao Prof . Doutor José Carlos Noronha pelos 25 anos de excelência clínica ao serviço do Hospital da Ordem da Trindade . Uma cerimónia que decorreu na passada 2 ª feira , na igreja da Trindade e que contou com cerca de 200 convidados . Na foto o Sr . Provedor Luís Oliveira e Sá ( esq .) e o homenageado .
Um estudo da Universidade do Porto trouxe boas notícias em relação às Tripas à Moda do porto : 300 gramas de tripas à moda do Porto têm menos quilocalorias do que um menu de comida rápida constituída por um hambúrguer e uma dose média de batatas fritas . Aquela dose de Tripas ( com orelheira , mão de vaca , salpicão magro , cenoura , cominhos , feijão e pimenta ) tem cerca de 700 Kcal , ao passo que a refeição de fast-food tem 850 Kcal . Extraordinário e que bom ! Em termos comparativos é de facto interessante , mas em termos absolutos é muita caloria . Contudo , o diretor da Faculdade de Ciências da Nutrição e Alimentação da Universidade do Porto ( FCNAUP ), o Prof . Dr . Pedro Moreira , referiu que “ comer não pode ser só um somatório de nutrientes . Comer tem uma dimensão nutricional , mas tem também o seu lado mais afetivo , tradicional e histórico como é o caso das tripas à moda do Porto ”. Sempre tolerante , referiu também que “ no âmbito do Dia Nacional da Gastronomia ( 29 maio ), a FCNAUP pretende também valorizar a “ gastronomia rústica ” e as tradições alimentares locais , designadamente o azeite , vinhos , frutas e produtos locais e , por outro lado , contrariar a “ superabundância de alimentos ultra processados e ricos em açúcar , sal e gordura ”. Depois desta notícia , será fácil a escolha no menu deste “ paradigma da tradição gastronómica no Porto , com 600 anos de existência ” devidamente enquadrado num adequado balanço energético , e sabendo que os resultados que teremos variam consoante as formas de preparação e escolha dos ingredientes , ou seja , podem ser bem diferentes de uma gastronomia sadia que cozinha com pouca gordura e foge de alimentos gordurosos .
Revista de Medicina Desportiva informa Julho 2016 · 31
Geral, da qual saíram grandes e boas resoluções. O próximo congresso será em Glasgow, Escócia, entre 8 e 12 de maio de 2018. Será novamente uma boa oportunidade pata atualização de conhecimentos nesta área tão importante da artroscopia, da traumatologia desportiva. O British Journal of Sports Medicine (BJSM) divulga informação clinicamente relevante para a comunidade da medicina desportiva (MD). Tem várias categorias de editores, uma das quais é a dos Editores Associados. Estes apoiam os Editores Associados Seniores, os responsáveis pela direcção do Jornal, em relação à “estratégia do jornal e desempenham um papel importante na revisão e na sugestão de revisores adequados”. Os editores têm sido escolhidos de todo o Mundo e são entidades experientes, qualificadas e dignas. Contudo, até há pouco Portugal não estava ainda representado no corpo editorial, mas felizmente que desde o início de abril o Dr. Marcos Agostinho II, um jovem médico muito interessado e estudioso da medicina desportiva, é Editor Associado do BJSM. Este facto é deveras importante e permitirá certamente uma maior exposição internacional da MD, que depois da representatividade evolui agora para a operacionalidade a um nível muito elevado. Parabéns Dr. Marcos Agostinho II. O Dr. Hélder Pereira continua a subir de modo rápido, mas seguro, o caminho da excelência científica. No último congresso da ESSKA, realizado em maio, em Barcelona, teve o reconhecimento mundial referente ao tratamento das lesões do menisco: recebeu o Prémio ESSKAR, que representa o trabalho mais importante desta sociedade científica europeia entre 2014 e 2016. O Meniscus Steering Group trabalhou durante dois anos para estabelecer o estado da arte desta temática. O Dr. Hélder Pereira é também editor do livro Surgery of the Meniscus, com lançamento mundial no passado mês de maio, o qual é agora o mais completo e atualizado livro dedicado ao tratamento das lesões do menisco. O Prefácio é dos Prof. Doutores Philipe Beaufils e René Verdonk, o que engrandece ainda mais a obra, sendo o livro dedicado a todos os médicos que tratam lesões meniscais. Entretanto, durante a mesma conferência foi eleito Presidente do Comité “Ankle and Foot Associates” (AFAS), sucedendo ao Prof. Niek van Dijk, da Holanda, pelo que a partir de agora pertence também ao Board da ESSKA. É mais um médico português a ocupar um importante cargo médico-científico nesta Associação, a par de outros colegas que ocupam cargos em duas secções: Henrique Jones (ESMA – European Sports Medicine Associates) e Nuno Gomes (ESA – European Shoulder Associates). Os Drs. Ricardo Varatojo (Artroscopia), Miguel Oliveira (Ciência Básica), Mário João Gamelas (Cartilagem), Hélder Pereira (Estágios), André Sarmento (Artroscopia da anca) e José Filipe Salreta (Osteotomia) integram os respetivos comités. O Dr. Hélder Pereira mantém ainda acento no comité de Ciência básica, na qualidade de past-president. Homenagem ao Prof. Doutor José Carlos Noronha pelos 25 anos de excelência clínica ao serviço do Hospital da Ordem da Trindade. Uma cerimónia que decorreu na passada 2ª feira, na igreja da Trindade e que contou com cerca de 200 convidados. Na foto o Sr. Provedor Luís Oliveira e Sá (esq.) e o homenageado. Um estudo da Universidade do Porto trouxe boas notícias em relação às Tripas à Moda do porto: 300 gramas de tripas à moda do Porto têm menos quilocalorias do que um menu de comida rápida constituída por um hambúrguer e uma dose média de batatas fritas. Aquela dose de Tripas (com orelheira, mão de vaca, salpicão magro, cenoura, cominhos, feijão e pimenta) tem cerca de 700 Kcal, ao passo que a refeição de fast-food tem 850 Kcal. Extraordinário e que bom! Em termos comparativos é de facto interessante, mas em termos absolutos é muita caloria. Contudo, o diretor da Faculdade de Ciências da Nutrição e Alimentação da Universidade do Porto (FCNAUP), o Prof. Dr. Pedro Moreira, referiu que “comer não pode ser só um somatório de nutrientes. Comer tem uma dimensão nutricional, mas tem também o seu lado mais afetivo, tradicional e histórico como é o caso das tripas à moda do Porto”. Sempre tolerante, referiu também que “no âmbito do Dia Nacional da Gastronomia (29 maio), a FC 9U@ɕѕ)хمɥȁqɽ)ѥt́ɅՕ́хɕ)̰ͥє镥є)٥̰х́ɽѽ́́)ȁɼɅɥȁqɅչѽ́ձɄɽ́ͅɥ́鍅Ȱͅɑɇt́ф͕)͍ԁєqɅ)Ʌɽ͵AѼ)́t٥єՅɅմՅ)ɟѥͅՔ)́ɕձх́Քѕɕ́مɥ)ͽє́ɵ́ɕɇ)͍́ɕѕ̰ԁ͕)͕ȁɕѕ́յ)ɽͅՔ饹)ՍɑɄѽ)ɑɽͽ̸)I٥ф5ѥلɵ)ձ؃ ܀((0