Revista de Medicina Desportiva Informa Julho 2016 - Page 10

Caso clínico

Rev . Medicina Desportiva informa , 2016 , 7 ( 4 ), pp . 8 – 10

Fratura de Sesamoide do Hállux em Praticante de Futsal

Dr . Diogo Moura 1 , Prof . Doutor Fernando Fonseca 2
1
Médico Interno Complementar de Ortopedia e Traumatologia ; 2 Diretor de Serviço de Ortopedia e Traumatologia do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra .
RESUMO / ABSTRACT
Os ossos sesamoides do hallux têm um papel fundamental na função da primeira articulação metatarso-falângica , no suporte de carga e na biomecânica do pé . As elevadas cargas suportadas pelos sesamoides e a sua posição vulnerável tornam-nos suscetíveis a lesões agudas e crónicas de sobreuso , que podem conduzir a dor incapacitante e a um período significativo de afastamento da prática desportiva . Se não diagnosticadas e não tratadas adequadamente , estas lesões podem ter graves efeitos negativos na função do pé , tais como dor persistente , rigidez , deformidades e artrose . Apesar da abordagem conservadora estar indicada inicialmente na maioria das patologias dos sesamoides do hállux , o conhecimento das várias intervenções cirúrgicas , suas indicações e complicações , é essencial para o tratamento adequado do paciente . Apresentamos um caso de uma fratura aguda do sesamoide tibial ocorrida durante a prática de futsal , submetida a tratamento conservador , e discutimos o seu diagnóstico diferencial , opções de tratamento , resultado e possíveis complicações .
Hallucal sesamoid bones perform a crucial role in the function of the first metatarsophalangeal joint and to normal weight bearing and foot biomechanics . The large loads borne by the sesamoids and their vulnerable position render them susceptible to acute and chronic overuse injuries , which can lead to incapacitating pain and significant time away from sport activities . If undiagnosed and not appropriately managed , these injuries can have severe detrimental effects on the foot function , such as persistent pain , stiffness , deformity and joint arthritis . Although nonsurgical management is the primary treatment of most pathology affecting the hallucal sesamoids , a thorough understanding of the various surgical interventions , including the indications and complications , is essential to a better care of the patient with sesamoid injury . We report a tibial sesamoid acute fracture case occurred during futsal practice which was treated nonoperatively and discuss its differential diagnosis , treatment options , outcomes and possible complications .
PALAVRAS-CHAVE / KEYWORDS
Sesamoide , hállux , fratura , futsal Sesamoid , hallux , fracture , futsal
Introdução
Os sesamoides são ossos que surgem na espessura de tendões que atravessam articulações . Estes ossos afastam os tendões das articulações , permitem protegê-los da fricção articular e potenciam biomecanicamente o movimento articular ao aumentarem o braço de alavanca do tendão 1 . Os sesamoides do hallux são dois ossículos constantes na espécie humana , que se articulam com as facetas plantares do primeiro metatársico ao nível da primeira articulação metatarso- -falângica e que , com as suas relações com os tendões do hállux e suas inserções ligamentares , são parte constituinte do complexo articular da primeira articulação metatarso-falângica 2-6 . A função primária destes ossículos é garantirem a estabilidade da primeira articulação metatarso-falângica , permitindo que esta suporte 40 a 80 % do peso corporal durante a marcha e várias vezes o peso corporal durante atividades mais intensas 2 , 6-8 . Os sesamoides elevam e protegem a cabeça do primeiro metatársico ao absorverem e distribuirem as forças provocadas pela carga sobre o antepé 5 . Além disso , confererem vantagens biomecânicas funcionais e protegem os tendões curto e longo flexores do hállux 3 . Desta maneira , entende- -se que qualquer patologia que afete os sesamoides do hállux pode comprometer a função do complexo articular da primeira articulação metatarso-falângica 5 . As lesões dos sesamoides do hállux correspondem a cerca de 9 % das lesões que atingem o pé . De acordo com Dedmond BT et al ., a incidência das patologias específicas dos sesamoides é : 40 % para as fraturas de stress , 30 % para a sesamoidite , 10 % para a fratura aguda , 10 % para a osteocondrite , 5 % para a osteoartrose e 5 % para a bursite 4 . As lesões traumáticas dos sesamoides do hállux incluem a fratura aguda , a luxação e a fratura de stress 9 .
Caso Clínico
Apresenta-se um indivíduo de 43 anos , saudável , praticante recreativo de futsal , que durante a prática deste desporto sofreu um traumatismo direto do bordo medial do pé direito por contacto com a perna de um adversário . Por dor persistente que se acentuava na carga sobre o pé , o paciente dirigiu-se ao serviço de urgência . À inspeção era visível uma equimose no bordo medial do antepé ao nível da primeira articulação metatarso-falângica , região que o paciente referia corresponder ao local de traumatismo ( Figura 1 ). Esta região específica não apresentava edema relevante , no entanto era dolorosa e hipersensível à palpação . Foi solicitado um estudo radiográfico do pé , com incidências ântero-posterior , perfil e axial dos sesamoides , tendo sido identificada uma solução de continuidade óssea no sesamoide medial do hállux direito ( Figura 2 ). Face ao mecanismo , dor e equimose locais e características radiográficas da solução de continuidade óssea na região do sesamoide medial , admitiu-se o diagnóstico de fratura aguda desde ossículo . Foi também solicitado estudo radiográfico do pé contralateral , não se tendo encontrado sinais de sesamoides multipartidos . O paciente iniciou então tratamento conservador com aplicação de ortótese protetora e indicação para descarga do bordo medial do pé durante oito semanas . Na reavaliação às 12 semanas , o paciente apresentava marcha autónoma , sem dor local com carga do pé , no entanto o estudo radiológico não mostrava sinais de consolidação da fratura . Na reavaliação aos 6 meses também não estavam presentes
8 Julho 2016 www . revdesportiva . pt
Caso clínico Rev. Medicina Desportiva informa, 2016, 7 (4), pp. 8–10 Fratura de Sesamoide do Hállux em Praticante de Futsal Dr. Diogo Moura1, Prof. Doutor Fernando Fonseca2 1 Médico Interno Complementar de Ortopedia e Traumatologia; 2 Diretor de Serviço de Ortopedia e Traumatologia do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra. sesamoides do hállux correspondem a cerca de 9% das lesões que atingem o pé. De acordo com Dedmond BT et al., a incidência das patologias específicas dos sesamoides é: 40% para as fraturas de stress, 30% para a sesamoidite, 10% para a fratura aguda, 10% para a osteocondrite, 5% para a osteoartrose e 5% para a bursite4. As lesões traumáticas dos sesamoides do hállux incluem a fratura aguda, a luxação e a fratura de stress9. RESUMO / ABSTRACT Os ossos sesamoides do hallux têm um papel fundamental na função da primeira articulação metatarso-falângica, no suporte de carga e na biomecânica do pé. As elevadas cargas suportadas pelos sesamoides e a sua posição vulnerável tornam-nos suscetíveis a lesões agudas e crónicas de sobreuso, que podem conduzir a dor incapacitante e a um período significativo de afastamento da prática desportiva. Se não diagnosticadas e não tratadas adequadamente, estas lesões podem ter graves efeitos negativos na função do pé, tais como dor persistente, rigidez, deformidades e artrose. Apesar da abordagem conservadora estar indicada inicialmente na maioria das patologias dos sesamoides do hállux, o conhecimento das várias intervenções cirúrgicas, suas indicações e complicações, é essencial para o tratamento adequado do paciente. Apresentamos um caso de uma fratura aguda do sesamoide tibial ocorrida durante a prática de futsal, submetida a tratamento conservador, e discutimos o seu diagnóstico diferencial, opções de tratamento, resultado e possíveis complicações. Hallucal sesamoid bones perform a crucial role in the function of the first metatarsophalangeal joint and to normal weight bearing and foot biomechanics. The large loads borne by the sesamoids and their vulnerable position render them susceptible to acute and chronic overuse injuries, which can lead to incapacitating pain and significant time away from sport activities. If undiagnosed and not appropriately managed, these injuries can have severe detrimental effects on the foot function, such as persistent pain, stiffness, deformity and joint arthritis. Although nonsurgical management is the primary treatment of most pathology affecting the hallucal sesamoids, a thorough understanding of the various surgical interventions, including the indications and complications, is essential to a better care of the patient with sesamoid injury. We report a tibial sesamoid acute fracture case occurred during futsal practice which was treated nonoperatively and discuss its differential diagnosis, treatment options, outcomes and possible complications. PALAVRAS-CHAVE / KEYWORDS Sesamoide, hállux, fratura, futsal Sesamoid, hallux, fracture, futsal Introdução Os sesamoides são ossos que surgem na espessura de tendões que atravessam articulações. Estes ossos afastam os tendões das articulações, permitem protegê-los da fricção articular e potenciam biomecanicamente o movimento articular ao aumentarem o braço de alavanca do tendão1. Os sesamoides do hallux são dois ossículos constantes na espécie humana, que se articulam com as facetas plantares do primeiro metatársico ao nível da primeira articulação metatarso-falângica e que, com as suas relações com os tendões do hállux e suas inserções ligamentares, são parte constituinte do complexo articular da primeira articulação 8 Julho 2016 www.revdesportiva.pt metatarso-falângica2-6. A função primária destes ossículo 0H\[\[BH\X[YYHH[YZ\H\X[pY]]\Y[0蛙XK\Z][œ]YH\H\ܝH H H\˜ܜܘ[\[HHX\HH\X\^\\ܜܘ[\[H]]YY\XZ\[[\̋ N \[[Y\[][HHY[HHXpHœ[YZ\Y]]0\X[Xܝ\[BH\XZ\[H\ܰ\ݛY\œ[H\H؜H[\0MK[0[B\ۙ\\[H[Y[[YX蛚X\[[ۘZ\HY[B[0Y\\Hۙ^ܙ\š0[^ ˈ\HX[Z\K[[K\H]YH]X[]Y\]XH]YBY]H\[[Y\0[^B\Y]\H[\^˜\X[\H[YZ\H\X[p›Y]]\Y[0蛙XMK\\Y\‚\0[X\\[K\H[H[]Y[H ˜[]Y0][ ]X[HXܙX]]H][ ]YH\[HH]XB\H\ܝٜ]H[H][X]\[\]ܙYYX[0B\Z]܈۝XHH\HB[HY\\[˰܈܈\\[B]YHHX[X]HH\H؜Hœ0KXY[H\Y]K\H[\p™H\ꛘXK0[p\H\][[XH\]Z[[HܙYYX[˜[\0H[][H[YZ\H\X[pY]]\Y[0蛙XKYp]YBXY[HY\XHܜ\ۙ\[›[H][X]\[ Y\H JK\BYp\XYXH\\[]BY[XH[][K[[\BܛHH\\[][0[p˂HX]Y[H\YY[ܰYX™0KH[Y0ꛘX\0蛝\\\[܋\[H^X[\[[Y\[YY[YXYH[XHp™H۝[ZYYH0XH\[[YBYYX[0[^\Z] Y\H KXH[YX[\[܈H\]Z[[BZ\H\X\\X\Y[ܰYX\™HpH۝[ZYYH0XBHYp\[[YHYYX[ YZ]]K\HXY۰XH]\BYYH\HX[ˈH[X[BX]Y\YY[ܰYX0B۝[]\[ H[[۝Y[Z\H\[[Y\][\\YˈXY[H[X[H[0][Y[ۜ\Y܈H\XpHܝ0\H]ܘHH[Xpœ\H\\HܙYYX[0B\[H][X[\˰HX][Xp0 L[X[\XY[B\\[]HX\H]]0ۛXK[H܈[H\H0K™[[\YY[0X›[]H[Z\HۜYpB]\KHX][Xp[ Y\\[X[H\][H\[\‚