Revista de Medicina Desportiva Informa Julho 2012 - Page 33

Segundo a última revisão Cochrane, duas infiltrações não provocam benefícios clínicos acrescidos comparativamente com os de uma só infiltração11. No entanto, se não se observarem melhorias sintomáticas após a primeira aceita-se uma segunda infiltração ao fim de cerca de três semanas. No caso de também essa ser ineficaz o paciente deve ser encaminhado para tratamento cirúrgico. Bibliografia 1. Tavares AC. Síndroma do túnel cárpico. Rev Medic Desport informa. 2012;3(1):4-5. 2. Jablecki CK et al. Practice parameter: electrodiagnostic studies in carpal tunnel syndrome. Report of the American Association of Electrodiagnostic Medicine, American Academy of Neurology and American Academy of Physical Medicine and rehabilitation. Neurology. 2002;58:1589-1592. 3. Keith MW et al. Treatment of Carpal Tunnel Syndrome. J Am Acad Orthop Surg. 2009;17(6): 397-405. 4. Carpal tunnel syndrome. Part I: effectiveness of nonsurgical treatments–a systematic review. Huisstede BM, Hoogvliet P, Randsdorp MS, Glerum S, van Middelkoop M, Koes BW. Archives of Physical Medicine and Rehabilitation. 2010;91(7):981–1004. 5. http://dx.doi.org/10.1016/j.apmr.2010.03.022. 6. Brininger TL, Rogers JC, Holm MB, Baker NA, Li ZM, Goitz RJ. Efficacy of a fabricated customized splint and tendon and nerve gliding exercises for the treatment of carpal tunnel syndrome: a randomized controlled trial. Arch Phys Med Rehabil. 2007;88(11):1429-1435. 7. Walker WC, Metzler M, Cifu DX, Swartz Z. Neutral wrist splinting in carpal tunnel syndrome: a comparison of night-only versus full-time wear instructions. Arch Phys Med Rehabil. 2000;81(4):424-429. 8. Werner RA, Franzblau A, Gell N. Randomized controlled trial of nocturnal splinting for active workers with symptoms of carpal tunnel syndrome. Arch Phys Med Rehabil. 2005;86(1):1-7. 9. Lucas N. A critical appraisal of an article examining the efficacy of ultrasound treatment for carpal tunnel syndrome. Journal of Osteopathic Medicine. 2002; 5(1):28–30 http:// dx.doi.org/10.1016/S1443-8461(02)80032-6. 10. Viera AJ. Management of Carpal Tunnel Syndrome. Am Fam Physician. 2003;68(2):265-272. 11. Minamikawa Y, Peimer CA, Kambe K, Wheeler DR, Sherwin FS. Tenosynovial injection for carpal tunnel syndrome. J Hand Surg Am.1992;17(1):178-181. 12. Marshall S, Tardif G, Ashworth N. Local corticosteroid injection for carpal tunnel syndrome. Cochrane Database of Systematic Reviews. 2007, Issue 2. Art. No.: CD001554. http:// dx.doi.org/10.1002/14651858.CD001554. pub2. Informações essencIaIs compatíveIs com o resumo das característIcas do medIcamento nome: ZALDIAR EFE 37,5 mg/325 mg, comprimidos efervescentes composIçÃo: Cada comprimido efervescente contém 37,5 mg de cloridrato de tramadol e 325 mg de paracetamol. Excipientes: Cada comprimido efervescente contém 7,8 mmol (ou 179,4 mg) de sódio (na forma de citrato monossódico, bicabornato de sódio e sacarina sódica). Cada comprimido efervescente contém 0,4 mg de amarelo-sol FCF. forma farmacÊutIca: Comprimido efervescente. IndIcações: ZALDIAR EFE está indicado para o tratamento sintomático da dor moderada a intensa. posoLoGIa: Dose inicial de dois comprimidos efervescentes. O intervalo entre as doses não deve ser inferior a seis horas. Dose máxima diária 8 comprimidos. Idade superior a 12 anos. contra-IndIcações: Hipersensibilidade ao cloridrato de tramadol, paracetamol, amarelosol FCF ou a qualquer dos excipientes; Intoxicação aguda pelo álcool, medicamentos hipnóticos, analgésicos de acção central, opiáceos o medicamentos psicotrópicos; Não deve ser administrado a doentes em tratamento com inibidores da monoamino oxidase nem após as duas semanas depois da paragem do tratamento; Insuficiência hepática grave; Epilepsia não controlada por tratamento; insuficiência respiratória grave; não está indicado como terapêutica de substituição em doentes dependentes de opiáceos. advertÊncIas: Têm sido observadas convulsões em doentes predipostas e a receber tratamento com tramadol e/ou tratados com fármacos que podem diminuir o limiar convulsivo. Deve ser usado com precaução em doentes com dependência de opiáceos, com traumatismo craniano, predispostos e convulsões, apresentando perturbações biliares, em estado de choque, com alteração da consciência de origem desconhecida, com problemas que afectam o centro respiratório ou a função respiratória ou com aumento da pressão intracraniana. Interacções: Inibidores da MAO não selectivos; Inibidores selctivos da MAO A; Inibidores selectivos da MAO B; Inibidores selectivos da recaptação de serotonina, antidepressores tricíclicos, antipsicóticos, analgésicos de acção central ou anestésicos locais. Não se recomenda a utilização concomitante com agonistas/antagonistas dos opiáceos (buprenorfina, nalbufina, pentazocina). efeItos IndeseJÁveIs: Náuseas, tonturas e sonolência; confusão, alterações do humor, ansiedade, nervosismo, euforia, perturbações do sono; depressão, alucinações, pesadelos, amnésia; dependência do fármaco; abuso; cefaleias, tremor; contracções musculares involuntárias, parestesias; convulsões, ataxia; visão turva; acufenos; arritmia, taquicardia, palpitações; hipertensão, afrontamentos; dispneia; vómitos, obstipação, xerostomia, diarreia, dor abdominal, dispepsia, flatulência; disfagia, melenas; sudação, prurido; reacções dérmicas ( por exemplo rash e urticária); alterações na micção (disúria e retenção urinária), albuminúria; arrepios, dor torácica; elevação das transaminases; data da revIsÃo do teXto: Dezembro 2009. Medicamento Sujeito a Receita Médica. Medicamento comparticipado pelo escalão C (37%). Grünenthal, S.S. - R. Alfredo da Silva, 16 - 2610-016 Amadora. para mais informações deverá contactar o titular da autorização de introdução no mercado. referências: 1) medve ra, Wang J, Karim r. tramadol and acetaminophen tablets for dental pain. anesth prog 2001; 48:79-81. 2) raffa r. pharmacological aspects of successful long-term analgesia. clin rheumatol 2006; 25 (suppl 1): 9-15. Na Dor Do Dia a Dia, ZalDiar® EFE* rápido lgésico io a n A (1,2) Efeito gado: alív n utos lo n o i r p m e 7 r em 1 da do Comprimidos Efervescentes * Indicado para o tratamento sintomático da dor mo