Revista Crea-SP | nº 11 - Page 20

CARREIRA CASA PROFISSIONAL DO FUTURO: mercado de trabalho exige capacitação e versa lidade Novas áreas de atuação. Exigências cada vez mais específi cas. Profi ssionais versáteis e oportunidades únicas e mais abrangentes. A chamada “Quarta Revolução Industrial” ou “Indústria 4.0” é a realidade do novo mercado de trabalho. Esses novos tempos tendem à automa zação dos serviços e à u lização de inteligência ar fi cial e robó ca avançada, exigem profi ssionais autodidatas, bem informados e extremamente desenvolvidos. Estar preparado é essencial para corresponder de forma efi ciente a essas exigências. Veja quais caracterís cas são consideradas fundamentais pelos especialistas e devem ser exploradas pelo profi ssional que busca se adequar aos novos moldes do mercado de trabalho. ◘  RESILIÊNCIA   PROATIVIDADE  É importante que o profi ssional seja fl exível e consiga encontrar soluções estratégicas para enfrentar e superar as adversidades. As empresas estão sempre em busca de profi ssionais proa vos que tenham inicia va e queiram contribuir e colocar suas habilidades à disposição do grupo.  PENSAMENTO CRÍTICO  Saber se comunicar claramente, fazer ques onamentos relevantes e analisar problemas e situações por ângulos diferentes são capacidades consideradas de extrema importância pela maioria dos recrutadores e equipes de recursos humanos.  INTELIGÊNCIA EMOCIONAL   CONHECIMENTO AMPLO  Esse atributo vem se tornando umas O saber diversifi cado es mula das mais importantes competências a cria vidade e a capacidade profi ssionais, pois permite ao de inovação. Por isso, candidatos profi ssional lidar com o estresse por dentro de acontecimentos e os obstáculos do dia a dia com variados são destaque no mercado mais tranquilidade e sem perder a  CRIATIVIDADE  de trabalho. vontade de ser bem-sucedido em suas Ideias arrojadas e formas inusitadas a vidades. de se resolver um problema serão sempre apreciadas no mercado de trabalho. Fonte: Site Maxpress 20 | R E V I S T A CREA-SP INFILTRAÇÕES E MOFO: dicas para amenizar os problemas O descontrole climá co, com períodos cada vez mais secos e temperaturas imprevisíveis, não exclui a preocupação que se deve ter com as chuvas e a atenção às infi ltrações e mofo nas paredes. Falhas de impermeabilização na estrutura aumentam tanto as chances de absorção de água pelas paredes como a ocorrência dos problemas nos ambientes da casa. Essa situação pode ocasionar, inclusive, a desvalorização do imóvel em uma eventual negociação. Por isso é importante que a preocupação venha acompanhada de métodos de prevenção, como, por exemplo, a instalação de um sistema de coleta e canalização de água da chuva para evitar casos de infi ltração em área externa do prédio, quando a água se concentra nas laterais do imóvel. De acordo com especialistas, a u lização de calhas de piso e caixas de areia devidamente instaladas junto à rede de drenagem pública também colabora na prevenção. Na área interna da casa, a simples checagem e a manutenção periódica das tubulações contra rompimentos e vazamentos são apontados como prá cas que contribuem para o combate aos problemas. ◘ MEIOS DE AMENIZAR OS PROBLEMAS CALHAS PARA TELHADO – Com duas opções de condutor (retangular e circular), não enferrujam, possuem resistência contra raios solares e dispensam pintura, bastando apenas lavar com água e sabão. CONJUNTO DE GRELHA E CALHA DE PISO – Essenciais para conter a água de pisos de pá os, jardins, estacionamentos, garagens e piscinas, possuem super cies an derrapantes e são montadas sobre a calha por simples encaixe. A super cie interna lisa da calha faz com que não sejam acumulados limo e incrustações. CAIXA DE AREIA – Com o corpo em PVC, serve para completar o sistema de drenagem pluvial residencial e para fazer a limpeza de folhas e outros objetos que entram na tubulação pelas calhas de chuva. DICAS PARA COMBATER A INFILTRAÇÃO E O MOFO • Deixe o imóvel sempre arejado; • Invista em reves mento e impermeabilização; • Instale desumidifi cador elétrico e grelhas de ven lação; • Limpe periodicamente as calhas, as grelhas e a caixa de areia para evitar transbordamento. Fonte: CDN Comunicação e Grupo Tigre R E V I S T A CREA-SP | 21