Revista Crea-SP | nº 11 - Page 12

Família Família que é, pelo coleguismo com os demais funcionários e bondade com as pessoas em geral. O Crea-SP tem o privilégio de tê-lo no seu quadro de funcionários, pois tem muito a contribuir”, ressalta o assistente técnico Eng. Civ. Carlos Henrique Silva Gordo Pugliesi, reiterado pelo também assistente técnico Arq. Urb. Gustavo Antonio Schliemann: “Um profi ssional experiente, formado em uma época em que conhecimentos acadêmicos e suas formalidades eram exigidos com maior rigor e não se restringiam às áreas específi cas de atuação. É um erudito, conhece a história do Brasil como poucos e tem uma memória invejável. É um sujeito ‘família’, sempre enaltecendo a relação com sua esposa, com quem par lha de muitas inclinações e predileções, e da fi lha, sempre comentando as decisões profi ssionais por ela tomadas, com discreto orgulho. Como um bom mineiro, é um contador de histórias, prima pelo bom humor e contribui bastante para o bem estar do ambiente de trabalho e das relações interpessoais. Enfi m, um colega que facilmente se tornou um amigo”. 12 | R E V I S T A CREA-SP Emociona-se ao falar da esposa Maria mão na cabeça, veio para bater de frente Aparecida Campos Pinto, a Cidinha. “É uma com aqueles costumes que estavam pessoa maravilhosa, dedicadíssima; como vigendo na época e não ba am com os assistente social, par cipou de um trabalho princípios de Deus”) e ao Egito (“obras muito importante na área de desfavelização feitas há quatro mil anos, a perfeição na Prefeitura de São José dos Campos, das pirâmides, o paralelismo entre suas premiado pelo Banco Interamericano de arestas... O engenheiro chefe da obra foi Desenvolvimento, o BID”. Além dos 21 anos um cara muito competente (risos)... Só de Prefeitura, Cidinha trabalhou por 13 anos não encontrei ART por lá (risos)”. com crianças da APAE daquele município, Católico pra cante, par cipa da onde implantou a Ofi cina Protegida, na Pastoral da Família na Paróquia da qual os alunos eram treinados para realizar Catedral de São Dimas em São José dos serviços de baixa complexidade prestados Campos, “onde faço parte da equipe a empresas locais, sendo remunerados por de ba smo: nosso trabalho é preparar isso (o que, em muitos casos, ajudava no pais e padrinhos para esse ato, o mais sustento de suas famílias). importante para aquele que se dispõe Da união, nasceu Ana Luíza, a Lu, hoje a ser cristão”. com 30 anos, Engenheira de Produção Prestes a completar 10 anos de formada pela USP e, portanto, profi ssional Crea-SP, reconhece que “vai chegar do Sistema Confea/Crea. “Possivelmente o momento em que não vou ter mais por infl uência minha, condições de exercer “um dos meus mas ela sempre plenamente a a vidade, grandes passatempos demonstrou muito então vou parar. A idade é pescaria em rios, talento nas áreas de sempre vai pesar”. além de cuidar das Matemá ca e Física, foi Mas, se você acha minhas plantações” que essa história para premiada por diversas vezes em Olimpíadas na por aí, está enganado região”, explica. (a). “Pretendo estudar Teologia Nas horas de lazer, o casal segue para o para trabalhar na evangelização sí o em Gonçalves (“um dos meus grandes de pessoas em locais carentes. passatempos é pescaria em rios, além de Acompanhei todas as mudanças cuidar das minhas plantações”) ou para a da Igreja, frequento desde que a casa de praia em São Sebas ão. As viagens missa era rezada em la m; é uma internacionais também fazem parte do ins tuição que sempre sofreu abalos, roteiro: Portugal, Espanha, França, Itália... mas vai atravessar os tempos porque Mas as preferidas foram as idas a Israel é sólida, realizando um trabalho (“como sou um admirador de Jesus Cristo, gigantesco em termos de educação, não só como fi lho de Deus, mas como ensino e assistência às pessoas no cidadão, queria conhecer o lugar em que mundo”, fi naliza. ◘ Ele viveu, onde pregou, onde arrumou encrenca... porque Ele não veio para passar a JORNALISTA PERÁCIO DE MELO Bate-bola Time do coração Santos F. C. Jogadores de futebol Pelé, Di Stéfano e Puskás Prato predileto Filé a cubana e tutu com torresmo Livro “O Advogado do Diabo” e “As Sandálias do pescador”, de Morris West Música Tonico & Tinoco e Milionário & José Rico R E V I S T A CREA-SP | 13