Revista Crea-SP | nº 09 - Page 20

HISTÓRIA RÚSSIA que país é esse? Em dezembro de 2010 a FIFA escolheu a Rússia como sede da Copa do Mundo de 2018. Às vésperas da realização do maior evento mundial da categoria, conti nuamos nos perguntando: que país é esse? Da Rússia pouco sabemos além dos clichês: idioma incompreensível, frio intenso, vodca e balé de primeira qualidade, destacado poder bélico e atletas campeões. Em sua estreia como colunista, nosso colega Djalma Campos Guimarães Filho (Unidade de Fiscalização e Registro – UFR) fala um pouco sobre o país e a formação de seu povo. Senta que lá vem história. Povo indo-europeu do grupo eslavo, os russos fi xaram-se, no século IX d.C., no atual território da Ucrânia em volta da cidade de Kiev. Embora tribal, estabeleceram um estado organizado que comercializava com os escandinavos (vikings) pelo Mar Bálti co e com o Império Bizanti no pelo Mar Negro. Os vikings chamavam esse povo de Rus. O contato com os Bizanti nos foi de grande impacto na cultura eslava e consequentemente da Rússia. Foi São Cirilo o responsável pela expansão do Cristi anismo nas terras kievanas, principalmente a Igreja Ortodoxa em decorrência do Grande Cisma, quando os Bizanti nos não mais aceitavam o Papa de Roma, passando a seguir o Patriarcado de Constanti nopla. São Cirilo também elaborou um alfabeto adaptado às línguas eslavas, conhecido posteriormente como alfabeto cirílico, bem como o calendário usado pelos russos é o Juliano, criado por Júlio César (Imperador Romano). Com a queda de Constanti nopla em 1453 pelos turcos otomanos, a conquista islâmica sobre o Patriarcado cristão levou em 1547 o Príncipe de Moscou Ivan IV, o Terrível a assumir o � tulo de Czar de todas as Rússias e fundar o Czarado Russo. Ivan fez da cidade de Moscou a “Terceira Roma” como sucessora de Roma e Constanti nopla e de toda a cristandade. Foi no período do Czarado Russo o início da expansão russa, reconquistando a Ucrânia e a Bielorússia, e adquirindo os principados bálti cos (Lituânia, Letônia e Estônia) e a Finlândia, todos estados a oeste de Moscou. A marcha para o leste começou atravessando os Montes Urais, entrando pela vasta planície da Sibéria, alcançando o Oceano Pacífi co e navegando pelo estreito de Bering, chegando até o Alasca. Com essas conquistas todas, a Rússia se tornou um estado multi étnico. IMPÉRIO RUSSO E SOCIALISMO Pedro I, o Grande foi o últi mo Czar e o primeiro Imperador Russo. Seu reinado representou a maior mudança da Rússia antes da Revolução de 1917, convertendo o Czarado tradicional numa variante de monarquia europeia. Ao mesmo tempo, ele modifi cou profundamente a cultura russa, fundou São Petersburgo (que passou a ser a capital do Império Russo) e não permiti u que a Igreja indicasse o Patriarca, pois ele mesmo passou a fazer isso. Como efeito o líder tradicional e canônico da Igreja Ortodoxa Russa simplesmente desapareceu. Em 1898 foi fundado o Parti do Operário Socialdemocrata Russo, responsável em 1917 pela Revolução Bolchevique, com a vitória da ala Bolchevique (maioria) sobre a ala Menchevique (minoria), desti tuindo a Dinasti a dos Romanov, que governou a Rússia por 300 anos, e pondo fi m ao Império Russo. Os grandes líderes dessa Revolução foram Lenin e Josef Stalin. A intenção era transformar a sociedade soviéti ca construindo um Estado moderno e industrializado, mas não capitalista. A nova sociedade deveria realizar o velho sonho do socialismo, um lugar sem propriedade privada onde o Estado controlaria e administraria a produção de todos os bens e serviços em bene� cios de todos. Em 1922 foi criada a União das Repúbli cas Socialistas Soviéti cas - URSS (em seu fi nal, em 1991, eram 15 Repúblicas) com parti do único – Parti do Comunista. A economia planifi cada de Stalin transformou rapidamente o país: em menos de 40 anos, de uma nação absoluti sta e semifeudal passou a ser uma potência mundial. A decadência da URSS começou com a fracassada invasão do Afeganistão em 1979 e a crescente corrupção levou Mikhail Gorbachev a uma nova políti ca com dois aspectos centrais: Glasnost (Abertura) e Perestroika (Reestruturação), na tentati va de modernizar o comunismo, mas o mastodônti co Império Soviéti co já estava doente em fase terminal. Em 1991 a URSS desmantelou-se. Hoje o Estado russo é conhecido ofi cialmente por Federação Russa, composta por 21 repúblicas autônomas, 46 províncias, nove territórios federais, quatro regiões autônomas e duas cidades federais (Moscou e São Petersburgo). ◘ Com informações da obra “História Concisa da Rússia (Série História das Nações)”, de Paul Bushkovitch 20 | R E V I S T A CREA-SP R E V I S T A CREA-SP | 21