Relatório Regão Serrana - CDDHC Nov. 2014 - Page 15

. . . . . . A população local se mostra organizada e busca pressionar de diversas formas a gestão municipal, mas o pouco diálogo estabelecido não resultou na efetivação de parte das reinvindicações. Em áreas rurais, nada foi feito quanto à identificação de terrenos para a construção de habitação rural. A alegação para aqueles que perderam suas terras e casas é da dificuldade de encontrar terrenos adequados. No entanto, a AVIT fez um levantamento e identificou dezenas de imóveis na cidade, com vistas a minimizar o problema do déficit. Registramos inúmeras reclamações sobre o recadastramento do aluguel social. Inicialmente, o aluguel foi concedido a 2.700 (duas mil e setecentas) pessoas e, atualmente, esse número foi reduzido para 2.300 (duas mil e trezentas), de acordo com dados fornecidos pela AVIT. Está se construindo unidades habitacionais pelo Estado no bairro Ermitage, porém não se tem acesso ao “memorial descritivo” da obra, o parecer da construção, materiais usados, estrutura dos apartamentos a serem entregues, pois frequentemente estes apartamentos são entregues com deficiência e a população é privada das informações dos mesmo enquanto são construídos. Ap