Qual é a maior descoberta de todos os tempos? - Page 3

você conhecesse esse homem, pensaria que ele era íntegro, religioso, erudito e de uma boa família, mas ele percebeu que não era diferente de nenhum outro ser humano. Ele descobriu que não havia nada nele que pudesse trazer libertação de seu pecado e do juízo final. Graças a Deus, ele também soube de um Salvador que poderia atender sua grande necessidade. Um dia, Paulo teve um encontro com esse Salvador, o Senhor Jesus Cristo, enquanto viajava para Damasco. Você pode ler essa história em Atos capítulo 9. Ele aceitou com gratidão a oferta de misericórdia de Deus e confiou em Cristo como seu Salvador. Como resultado, sua vida mudou e seu destino também. Paulo declarou em uma de suas cartas que não há diferença entre um ser humano e outro, pois todos pecaram e estão destituídos da glória de Deus (Romanos 3:22-23). Não há dúvidas de que isso é difícil para a maioria aceitar. Estamos todos muito conscientes de nossos próprios pontos positivos, mas, por mais que tentemos, falhamos a maior parte do tempo. Um dia, depois de muitos anos de pregação do Evangelho, esse homem foi levado para execução. Como muitos desde então, ele se tornaria um mártir por sua fé. Apesar disso, ele expressa uma confiança maravilhosa quando fala de sua prontidão para a última grande jornada deste mundo para o próximo (2 Timóteo 4:6-8). Paulo, antes o “principal dos pecadores”, agora salvo pela graça de Deus e livre de toda acusação de culpa diante de Deus, estava confiante de que iria para o céu. Sem dúvida, precisamos do fogo e da roda, mas a maior descoberta que você pode fazer agora é a de que você, assim