Projeto Cápsula Dentro do Bosque | Ryūnosuke Akutagawa - Page 18

estremeço só de lembrar. Meu marido estava inca- paz de proferir uma palavra, e ainda assim, naque- le momento, seus olhos entregaram todo o coração dele para mim. O que eu vi brilhando lá não era rai- va ou agonia. Era o gélido lampejo do desprezo – des- prezo por mim. Isso me feriu mais profundamente do que o chute do bandido. Deixei um urro sair de meu corpo e desmoronei no mesmo local. Quando recobrei minha consciência, o homem de azul havia sumido. O único no bosque era o meu ma- rido, ainda amarrado à árvore de cedro. Eu mal con- segui me levantar do tapete de folhas mortas e olhar nos olhos dele, que se mantinham como antes, com o mesmo olhar frio de desprezo e aversão. Como eu posso descrever a emoção que tomou conta do meu coração? Vergonha… angústia… raiva… cambaleei até ele. “Ah, meu marido! Com este acontecimento, não posso mais viver com você. Estou preparada para morrer aqui e agora. Mas você… sim, eu quero que morra também. Você testemunhou minha vergo- nha. Não posso deixá-lo viver com esta informação.” Eu tive uma imensa dificuldade em dizer tudo que precisava dizer, mas meu marido simplesmente continuou me encarando com nojo. Sentia como se meu peito fosse explodir a qualquer momento, mas 13/19