Preview dos produtos 56b0abdf868fb518018292pdf - Page 9

INTRODUÇÃO a agir com as orientações do Espírito Santo, expressas nos ditames da consciência e no sentir da Igreja, com seus ensinamentos milenares, condição também para a vida de amor mútuo, de unidade. 12) Quando a unidade se realiza entre as pessoas, nos moldes acima descritos, estão postas as premissas para que se verifique a promessa de Jesus, que encontramos no Evangelho de Mateus (18,20): “Onde dois ou três estão unidos no meu nome, ali eu estou no meio deles”. Desde o início, Chiara entendeu essa promessa de Jesus como uma presença real Dele, que faz arder os corações de alegria, de entusiasmo, de coragem, que faz com que cada um se sinta plenamente realizado, num perfeito equilíbrio entre a dimensão individual e a comunitária. Também nesse aspecto Maria é modelo: ela doou Jesus ao mundo fisicamente; nós podemos fazê-lo espiritualmente, “gerando” sua presença entre nós. Essa presença de Jesus foi desde o início indicada com a expressão “Jesus no meio”. A atuação desses princípios impulsionaria o Movimento em todas as suas iniciativas e acontecimentos históricos. Ao passar a fazer parte do grupo das primeiras companheiras de Chiara, Ginetta compartilhou com ela alegrias e sofrimentos, desafios e incertezas típicos de uma experiên­ cia original que, orientada pelos valores do Evangelho, invadiria silenciosamente todos os recantos da Terra, conferindo sentido à vida de milhões de pessoas e tornando-as protagonistas na transformação da própria história e da de muitos outros. Ginetta veio ao Brasil em 1959. Quando estava de partida da Itália, recebeu de Chiara um “Crucifixo vivo” para 17