Preview dos produtos 56b0abdf868fb518018292pdf - Page 7

INTRODUÇÃO a uns aos outros como eu vos amei” (Jo 13,14), ou seja, até o ponto de dar a vida pelo outro, se for preciso. 6) A Eucaristia é outro ponto central da espiritualidade dos Focolares, sendo para os seus membros o alimento espiritual que confere forças na caminhada da vida, contribui no amadurecimento progressivo da personalidade de cada um até “a plena estatura de Cristo” – como exorta o apóstolo Paulo (cf. Ef 4,13) – e faz de todos “um só corpo”. 7) O amor mútuo e a Eucaristia assim vividos colocam as premissas para a realização da unidade entre as pessoas envolvidas, unidade caracterizada pela comunhão de intentos, de bens materiais e espirituais, refletindo, na terra, a vida de comunhão das três Pessoas Divinas na Trindade, como Jesus pediu ao Pai antes de morrer: “Pai, que todos sejam um como Eu e Tu somos um…” (cf. Jo, 17,21). 8) Mas a vida, com seus altos e baixos, com as dificuldades de relacionamento entre as pessoas, revela que está sujeita às armadilhas preparadas pela psique humana, sempre exposta ao perigo das tendências egoístas e egocêntricas, e oferecendo resistência à unidade. A compreen­ são que Chiara teve de Jesus Abandonado é a chave, o caminho que torna a unidade possível. Jesus Abandonado é a expressão de Jesus no momento de maior sofrimento, quando, depois de ter sido abandonado por todos, sentiu-se abandonado inclusive pelo Pai (cf. Mt 27,46). E foi justamente naquele momento de sofrimento maior que Ele demonstrou também um amor maior pelos seres humanos. Analogamente, diante de cada situação de divisão, se a relacionamos com o sofrimento de Jesus na cruz e a vivemos positivamente, como um ato de amor a Ele, torna-se possível construir a unidade. 15