Preview dos produtos 56b0abdf868fb518018292pdf - Page 2

FATOS QUE AINDA NÃO CONTEI extraordinária de uma mulher dos nossos tempos, cuja existência e cuja ação deixaram marcas significativas na vida de muitas pessoas e na história do nosso País. No entanto, o leitor que ainda não a conhece poderia ter outra pergunta: Quem é Ginetta Calliari? Ginetta nasceu em Lavis, Norte da Itália, em 15 de outubro de 1918, e foi batizada com o nome de Luigia. Como ela mesma explicava, normalmente Luigia acaba virando Luigina, que vira Gina e, finalmente, Ginetta. Sua mãe, Fortunata Furlan, era originária de Cembra, e o pai, Giovanni Calliari, de Lavis, ambas as cidades localizadas na província de Trento. Essa região possui uma história marcada por valores do catolicismo, seja por ter sido, durante muitos séculos, um principado eclesiástico, seja por ter sediado o Concílio de Trento (1545-1563), que assinalou, no livro da história da Igreja, a Reforma católica, em reposta ao fenômeno do Protestantismo. Portanto, na leitura dos fatos narrados por Ginetta é preciso levar em consideração esse contexto religioso no qual ela foi educada, que é anterior ao Concílio Vaticano ii e, portanto, reflete a devoção e piedade populares típicas daquele tempo, que marcaram sensivelmente a personalidade de Ginetta. As conquistas teológicas pós-conciliares, contribuição também dos novos Movimentos eclesiais – entre eles o próprio Movimentos dos Focolares –, possibilitaram uma nova perspectiva da doutrina católica, estimulando mais na direção de uma ética do amor e da responsabilidade do que do medo e da punição. Ginetta era a segunda das três filhas, e um forte vínculo de amizade, uma inocente cumplicidade ligavam-na às duas irmãs, Lívia, a mais velha, e Gisela (apelidada de Gis), a caçula. 10