Preview dos produtos 569655e7e54cf546684418pdf - Page 14

maria voce Olha para fora de ti, não para ti, nem para as coisas, nem para as criaturas: olha para Deus fora de ti para unir-te a Ele. Ele está no fundo de cada alma que vive e, se morta, é tabernáculo de Deus, que ela espera para alegria e expressão da própria existência. Olha, portanto, cada irmão amando; e o ama é doar. Mas dádiva chama dádiva, e serás por ele amado. […] O amor é um fogo que compenetra os corações em fusão perfeita. Então encontrarás em ti não mais a ti, não mais o irmão; encontrarás o Amor, que é Deus vivo em ti. E o Amor sairá para amar outros irmãos, porque, simplificado o olho, encontrará a Si mesmo neles, e todos serão um. (Idem, 2007, p. 152-153) É isso, pois, o que o amor pode; amor que, enquanto manifesta ao homem uma nova concepção de seu ser, abre-o para um novo estilo de vida possível, ou seja, uma vida ilimitadamente aberta ao outro e aos outros; uma vida aberta à unidade e, por isso, capaz de tornar-se terreno fecundo no qual pode germinar um autêntico humanismo, uma concreta fraternidade.Ust, sim fugitius. Ipsamet lacerupta iustium delit fuga. Molendae re site si rerovid mi, veritio nsecerum doluptas plandae ma perferovitem vidus verspel minciandus quiam faccataspel iundit, solorecaerum re voloribusam que qui nonse cone exeriosamus vendandae vendand ipsanto mo dit archiliqui totae cum et 28