Preview dos produtos 56793edc73836351126823pdf - Page 8

A Mãe A Igreja sepulta no seu coração criaturas vivas — os contemplativos — que, mortas para o mundo e vivas para a vida interior, vida mais verdadeira, se oferecem, como pára-raios, para reparar os delitos que nós cometemos. A Igreja acolhe as mais belas flores da terra, já escolhidas por Deus, e dispõe-nas com ordem — como as muitas peças sobressalentes em uma oficina — para acorrer lá onde há uma carência espiritual ou material a ser atendida; e encorajar, e aconselhar, e pacientar, e morrer, se preciso for. A Igreja, Mãe puríssima, inseriu-nos na sua família, abrindo-nos as portas do verdadeiro Paraíso através dos sacerdotes e dos sacramentos. Ela nos forjou soldados de Cristo. Ela nos perdoou e cancelou nossos pecados setenta vezes sete vezes. Ela nos alimentou com o Corpo de Jesus e selou com um timbre divino o amor de nosso pai e de nossa mãe. Ela elevou a uma dignidade altíssima pobres homens como nós, e investiu-os do sacerdócio.