Preview dos produtos 56793edc73836351126823pdf - Page 6

A presentação do editor Uma espiritualidade, para ser atual, deve trazer uma novidade e enraizar-se na tradição, deve ser essencial e conduzir à experiência pessoal de Deus; deve ser comunitária e conter um modo novo de compreender a Igreja. É o que afirmam os especialistas. A Espiritualidade da Unidade, oferecida por Chiara Lubich, contém todos esses elementos. Surgida no contexto da Segunda Guerra, na Itália, toda impregnada de Evangelho, ela desenvolveu-se na vivência de Chiara e suas amigas — que deu origem ao Movimento dos Focolares — e revelou-se adequada a quem é chamado a “atingir a mais alta contemplação e manter-se misturado com todos, lado a lado com os homens”. Refletindo — e, em certo sentido, tendo antecipado — o espírito do Concílio Vaticano II, ela se identifica com a “espiritualidade de comunhão” que João Paulo II preconizou para os dias de hoje. A Espiritualidade da Unidade aponta, qual caminho para a união com Deus, o amor ao irmão, que deve chegar à reciprocidade. Contém, ao mesmo tempo, uma dimensão pessoal e uma dimensão comunitária, coletiva. Enraizada no Testamento de Jesus: