My WAY my_way - Page 14

MEU PRIMEIRO COMPOSITE
FOTO : GABRIEL HENRIQUE
A new face Gabrielle Braga comemora a chegada dos 16 anos e sonha com o sucesso nas passarelas
POR RAFAELA CARDOSO
Na pequena cidade de Marechal Cândido Rondon , Gabrielle Braga se destaca entre os 50 mil habitantes do município paranaense . O físico longilíneo de 1,80m , em combinação com volumosos cabelos cacheados e brilhantes olhos azuis tornam a new face a exceção entre o biótipo padrão da comunidade local .
A carreira de modelo surgiu por acaso , mas serviu para a menina desenvolver o sentimento de pertencimento . Inteligente e esperta , aos 13 anos , Gabi decidiu que era na moda que sua vocação estava e convenceu os pais a trazerem à São Paulo . “ Minha mãe sempre quis que eu focasse nos estudos , mas eles me apoiam . É muito bom saber que posso contar com meus pais ”.
A new face foi aprovada pela WAY de imediato em sua avaliação em 2014 , mas a pouca idade impossibilitou que ela iniciasse prontamente na carreira .

DOCE 16

O primeiro book mostrou que Gabi estava disposta a se esforçar . “ Lembro que eu tinha pesquisado muito e tentado entender como funcionava , mas eu era muito boba na frente da câmera , foi engraçado ”, apenas três anos após as fotos iniciais , ela destaca grandes mudanças em sua postura : “ A atitude mudou . Como uso os ângulos do meu rosto também . Eu não entendia as poses que podiam melhorar a foto ”.
Em 2017 , a espera acabou e a paranaense pode fazer seu grande debut no mercado nacional . Com 16 anos completos , Gabi estreou na São Paulo Fashion Week com 11 desfiles , entre eles : Osklen , Iódice , Helo Rocha e PatBo . “ Foi uma loucura boa , estava chegando no final e não queria que acabasse . Foi tão único ”, afirma .
Neste ano ela também assumiu uma nova identidade : seus cachos . Após ser refém da chapinha por anos , a pedido da agência ela assumiu seu cabelo natural . “ Sempre tive uma relação de amor e ódio com meus cabelos . Eu detestava eles porque sofria bullying quando criança por causa dos estereótipos da minha cidade . Agora estou aprendendo a gostar ”.
Entre os livros
Em casa , Gabi é a irmã mais velha de um menino de 9 anos e a filha responsável de um casal de professores universitários . Sua rotina é como de toda adolescente de sua cidade : escola , academia , passeios de bicicleta com as amigas e longas tardes de sábado no sofá com seus livros . No momento , ela está lendo “ Louca ”, de Chloé Esposito , mas seu favorito é o clássico de Paulo Coelho , “ Na Margem do Rio Piedra Eu Sentei e Chorei ”. Ela garante que balada não é seu forte e que encontra refúgio na leitura .
Estudante do 2 º ano do Ensino Médio em um colégio de período integral , suas disciplinas preferidas são química e biologia . Se não fosse modelo , talvez tivesse seguido no caminho da biomedicina . “ Gostaria muito de ajudar as pessoas ”, assegura .
São Paulo , aqui vou eu !
Gabrielle está de malas prontas para mudar-se de vez para São Paulo . Animada , ela conta que a escola permitiu que ela termine o ano à distância e que não vê a hora de morar na casa das modelos da agência . “ Eu , particularmente , acho muito legal viver com as outras meninas , é menos solitário , elas são minha família de São Paulo ”.
Entre suas aspirações para a carreira estão os desfiles da semana de altacostura , especialmente , o da Versace . “ Quero ser reconhecida pela minha capacidade e mostrar para o mundo o que posso fazer . Compartilho o sonho de toda modelo de ser bem sucedida ”.
14 |
DOCE Entre os livros A new face Gabrielle Braga comemora a chegada dos 16 anos e sonha com o sucesso nas passarelas POR RAFAELA CARDOSO Na pequena cidade de Marechal Cândido Rondon, Gabrielle Braga se destaca entre os 50 mil X][\›HHH0HHHHHHH 0HH›ۙ[0[[H K K[HX[p˜H[[X[XXYB[[\^Z\ܛ[HH]™XHH^p[Hp\YB][YYH[ H\Z\HH[[\]H܈X\X\\]H\HHY[[H\[\[[Y[H\[[Y[˂[[Y[HH\\K[ L[XBXY]H]YH\HH[H]YHXBp\]HH۝[]HZ\B^\[H0][ˈ8'Z[HpB[\H]Z\]YH]H\H\YX\[\YH\X[K0H]Z]HX\]YH۝\HY]\Z\'KH]XHH\ݘYH[HVHB[YYX][HXH][Xp[H M X\HXHYYH[\X[]H]YB[H[XX\H۝[Y[HH\Z\KM[YZ\[H]YHXB\]H\HHH\ٛܰ\8'[Xœ]YH]H[H\]Z\Y]Z]B[Y[[\[[[ۘ]KX\]H\H]Z]ؘHH[HBY\KH[ܘpY'K\[\˜[\0\[XXZ\[H\XBܘ[\]Y[\[HXH\N8'B]]YH]YK[\0蛙[›Y]H[X[K]H[[XH\œ\]YHX[HY[ܘ\H'K[H MH\\HXXHHH\[Y[BHH^\]Hܘ[HX]›Y\YX[ۘ[ H M[˜\]XH\[HH][‘\[ۈYZH LH\ [\[B[\Έ[pXK[HH]˂'H[XHX\HK\]HY[›; [[H]Y\XH]YHXX\KB00X'K{ \XK\H[[H[X[H\[Z]H[XBݘHY[YYN]\Xˈ\0\Y[HH\[H܈[HYY™HYꛘXH[H\[Z]H]HX[›]\[ 8'[\H]H[XH[pB[[܈H0[HY]\X[ˈ]B]\]H[\ܜ]YHٜXH[Z[œ]X[ܚX[H܈]\H\\pKBHZ[HYYKYܘH\B\[[H\'K[H\KXH0HH\pXZ\[HB[HY[[HH[HH; [B\ۜ][H[H\[Hٙ\ܙ\[]\]0\[ˈXH[H0H[BHY\[HHXHYYN\KXY[ZXK\Z[HXX]HH\˜[ZY\Hۙ\\\HXYœٰHH]\]ˈ[[B\0H[8'Xx'KHH\]X\]H]ܚ]0H0\XH][[8'HX\[H[YYH]B[ZHHܙZx'K[H\[H]YH[YB0H]HܝHH]YH[۝HY[›HZ]\K\Y[H [[[pY[[B[H0Y[H\[[Yܘ[ X\™\\[\Y\Y\]p[ZXHB[XKHH[[[^]\HYZY[Z[H[YYKB[K8'\XH]Z]HZY\\œ\\'K\Y\K][\]ZHH]HBXY[H\0HHX[\۝\\B]Y\\HH^\H][˂[[XYK[H۝H]YHH\H\Z]]B]YH[H\Z[H[0\0蛘XHH]YBHܘHH[ܘ\H\H\›[[HYꛘXK8']K\X[\Y[BKX]Z]Y[]\H\]\›Y[[\0HY[]0\[[\›Z[H[p[XHH]['K[HX\\\pY\\HH\Z\B\0\ [\H[X[HH[KB\K\XX[Y[KH\XK']Y\\XۚXYH[HZ[B\XYYHH[\\H][œ]YH^\\\[ۚ™HH[[H\[HXYYx'K