My WAY my_way - Page 11

Além de mais uma plataforma para divulgação de trabalhos , é nas redes sociais que os modelos evidenciam mais a sua personalidade , interagem com fãs e compartilham um pouco da sua vida fora da profissão . Essas novas ferramentas influenciam muito no seu volume de trabalhos e podem decidir até o futuro da sua carreira .
Com um alcance agora mundial , os modelos utilizam plataformas como o Instagram para se conectarem com o mundo exterior e mostrarem seus interesses por assuntos que não estão ligados apenas à moda . E quem está olhando , espera sempre ver algo interessante . O diretor de scouting da agência americana Next Models Jason Valenta diz que : “ Os clientes esperam que os modelos tenham um amplo alcance , então eles procuram cada vez mais por pessoas com voz e com um ponto de vista ”.
@ meubook
Valenta acredita que o Instagram , em sua essência , tornou-se um novo portfólio ou book para os modelos . Diferentemente do diretor de casting e da SD Management Sonny Domingos , que vê a plataforma como um complemento para saber mais sobre quem era irá bookar . “ Sempre consultamos o perfil dos modelos , principalmente quando temos dúvidas de como ele realmente está ou como é a sua atitude ”.
Tops como Alessandra Ambrósio e Candice Swanepoel ultrapassam os 20 milhões de seguidores em seus perfis no IG . Ambas , compartilham fotos de seus momentos em família e com amigos , momentos íntimos e causas que acreditam . Jason reforça o quanto esses compartilhamentos são importantes . “ Eu encorajo as modelos a misturarem em suas contas seus interesses — como viagens , arte , arquitetura — junto com todo o trabalho que fazem no mundo da moda ”.
Com quase 500 mil seguidores ( até o fechamento da matéria ), a modelo Gizele Oliveira afirma que o IG é mais importante de tudo na profissão . “ O perfil está disponível para todos , então estão sempre olhando o que você faz e com quem você está . Por exemplo , é muito comum consultarem fotos no Instagram para visualizarem como você fica com tal maquiagem . Por isso , uso bastante para divulgar fotos de trabalhos que já fiz ”. Gizele também tem um supercuidado com o que compartilha no seu perfil . “ Procuro compartilhar fotos do meu estilo , de lugares que eu vou e , raramente , posto fotos com amigos . O meu foco maior é na parte glamourosa da vida ”.
Qualidade x quantidade
Um novo critério para seleção de trabalhos é a quantidade de followers que o modelo possui . Por meio dessa contagem , surge um novo negócio , no qual marcas utilizam perfis com muitos seguidores para ampliar o seu apelo no mercado . Para Jason , essa é uma nova realidade que não mudará tão cedo . “ Os modelos não podem mais apenas confiar em sua aparência ”, completa .
Há quem apele para quantidade e há aqueles que buscam por qualidade no conteúdo postado . Sonny afirma que durante as seleções que faz para marcas como O Boticário , Santa Lolla e C & A sempre prioriza por arrobas autênticos . “ Na minha opinião , as pessoas estão perdendo a noção do que deve ser postado , eu mesmo já cancelei modelo de casting por esse motivo ”. Fatores como overposting , excesso de fotos em baladas e falta de senso estético nas imagens podem derrubar o modelo de um job .
Não é só a quantidade de seguidores que favorece uma carreira de sucesso . É necessária dedicação além das redes sociais . “ Essa nova geração é descartável , elas não conseguem ter tempo para virar uma grande modelo . Antigamente a modelo fotografava com o Steven Meisel e virava uma top , todo mundo queria ela , só pelo fato de ter fotografado com ele . Hoje não , ela tem que fotografar com o Meisel , David Sims , Inez & Vinoodh , Mert & Marcus . Ela tem que ter um pacote para se firmar uma supermodelo ", afirma Anderson Baumgartner , diretor da WAY Model .
Muitas marcas estão se reinventando a cada temporada e buscam novos modelos , novos rostos . Anderson percebeu que a efemeridade das relações trazida pelas redes sociais dificulta que os modelos se firmem como tops . " Antigamente , a mesma modelo fazia 10 temporadas de desfiles , isso são 5 anos . Ela fazia vários desfiles no Brasil , New York , Paris , Milão . Hoje não , é muito provável que uma menina que abriu Prada seis meses atrás , não p e g u e o d e s fi l e n a t e m p o r a d a seguinte ”.
BOOKING
Além dos smartphones
| 11
Além de mais uma plataforma para divulgação de trabalhos, é nas redes sociais que os modelos evidenciam mais a sua personalidade, interagem com fãs e compartilham um pouco da sua vida fora da profissão. Essas novas ferramentas influenciam muito no seu volume de trabalhos e podem decidir até o futuro da sua carreira. Com um alcance agora mundial, os modelos utilizam plataformas como o Instagram para se conectarem com o mundo exterior e mostrarem seus interesses por assuntos que não estão ligados apenas à moda. E quem está olhando, espera sempre ver algo interessante. O diretor de scouting da agência americana Next Models Jason Valenta diz que: “Os clientes esperam que os modelos tenham um amplo alcance, então eles procuram cada vez mais por pessoas com voz e com um ponto de vista”. @meubook Valenta acredita que o Instagram, em sua essência, tornou-se um novo portfólio ou book para os modelos. Diferentemente do diretor de casting e da SD Management Sonny Domingos, que vê a plataforma como um comple- mento para saber mais sobre quem era irá bookar. “Sempre consultamos o perfil dos modelos, principalmente quando temos dúvidas de como ele realmente está ou como é a sua atitude”. Tops como Alessandra Ambrósio e Candice Swanepoel ultrapassam os 20 milhões de seguidores em seus perfis no IG. Ambas, compartilham fotos de seus momentos em família e com Com quase 500 mil seguidores (até o fechamento da matéria), a modelo Gizele Oliveira afirma que o IG é mais importante de tudo na profissão. “O perfil está disponível para todos, então estão sempre olhando o que você faz e com quem você está. Por exemplo, é muito comum consultarem fotos no Instagram para visualizarem como você fica com tal maquiagem. Por isso, uso bastante para divulgar foto 2FPG&&Ɔ2VR:( vVRF,:ЧFVV7WW&7VFF6VP6'FƆ6WRW.( &7W&6'FƆ"fF2FWRW7FFPVv&W2VRWRfRR&&VFR7FfF26֖v2WRf6" :'FRvW&6FfF( VƖFFRVFFFPVf7&L:&&6V\:|:6FPG&&Ɔ2 :VFFFRFRfvW'0VRFV77V"VFW766FvV7W&vRVfV|;66V&62WFƗW.26VF06VwVF&W2&Ɩ"6WRVW&6F&6W76 :Vf&VƖFFRVR:6VF,:L:66VF( 0FV2:6FV2V06"V7V,:6( 6WFऌ:VVVR&VFFFRR:VVW2VR'W66"VƖFFR6F\;F7FF6&VP֖v2VF2 :F2R6W62VP7&VFF6&Vf,:vVFW76W06'FƆVF2<:6'FFW2( WRV6&2FV2֗7GW&&VЦV7V26F26WW2FW&W76W2( B6fvV2'FR'VFWGW&( BVF6ЧFFG&&ƆVRfVVFFF( GW&FR26V\:|;VW2VRf&&606&F<:&6FR2d6V&R&&"'&&2WL:F62( ֖:62W762W7L:6W&FVF:|:6FVRFWfR6W 7FFWRW6:66VVFVFR67Fr"W76RFf( fF&W06fW'7FrW6W76FRfF2VЦ&F2RfFFR6V6W7L:F60vV2FVFW''V&"FVFPV":F26'GW0:6 :<;2VFFFRFR6VwVF&W0VRff&V6RV6'&V&FR7V6W76 8V6W7<:&FVF6:|:6:F2&VFW0662( W76fvW&:|:6 :FW66'L:ЧfVV2:666VwVVFW"FV&f&"Vw&FRFVFvVFPFVfFw&ff67FWfVV6VRf&fVFFFVFVW&V<;2VfFFRFW"fFw&fЦF6VRR:6VFVVPfFw&f"6V6VFfB62WefFW'Bb&7W2VFVЧVRFW"V6FR&6R&"V7WW&FV"&FW'6&Vv'FW"F&WF"FtFVVF2&62W7L:66R&VfVFF6FFV&FR'W66f0FV2f2&7F2FW'6W&6V&WRVRVfVW&FFRF0&V:|;VW2G&FV2&VFW2660F7VFVR2FV26R&VЦ6F2$FvVFRW6FVfFV&F2FRFW>W276<:6R2Vfl:&2FW>W0'&6Wr&&2֖:6P:6 :VF&l:fVVRVVVR'&R&F6V2W6W2G,:2:6VwVRFW>RFV&F6VwVF^(