mundoH51 - Page 27

... e o prémio Nobel da Paz vai para ... o World Food Programme !

��
ESTÓRIAS
CARLOS ALMEIDA A notícia apanhou o mundo de surpresa , mas o prémio foi considerado merecido de forma unânime . O World Food Programme ( WFP ), ou Programa Alimentar Mundial ( PAM ) é , dentro do sistema de agências da Organização das Nações Unidas ( ONU ), o responsável pela segurança alimentar e pelo combate à fome . Fundado em 1961 e com sede em Roma , viu justificada a entrega do galardão pelos seus esforços em garantir assistência alimentar em áreas de conflito , e de prevenir a fome como arma de guerra . David Beasley , Diretor Executivo do WFP , focou a importância do direito que 690 milhões de pessoas com fome no mundo têm , de viver em paz e sem fome . Segundo ele , o Comité Norueguês do Nobel , responsável pela entrega deste prestigiado galardão , colocou estas pessoas e , também , as consequências devastadoras dos conflitos , perante os olhos do mundo . O World Food Programme , que trabalha atualmente em 88 países , onde a fome e a segurança alimentar são um problema , também destacou a importância das organizações parceiras , nas quais se inclui a Helpo , que tem sido um dos meios de fazer chegar a ajuda a mais gente . Ao entregar este galardão ao World Food Programme , o Instituto Nobel Norueguês faz um apelo ao mundo : por um lado , para colocar na agenda o facto de os conflitos continuarem a dilacerar as populações a nível global e a trazerem problemas , seja devido a conflitos étnicos , religiosos , territoriais , seja pela luta por água e comida . Por outro lado , é também um grito de alerta para a necessidade , nestes tempos de grande fragilidade , amplificada pela pandemia de COVID-19 , das pessoas prestarem atenção à solidariedade , quer a nível estatal , quer a nível do contacto pessoal . Em tempos de dificuldade , o caminho para a paz passa por cada um de nós , da base ao topo . A distinção do World Food Programme é corolário dessa importância . A Helpo recebeu com muita alegria esta conquista , pois também nos sentimos no mesmo barco , a lutar junto de quem mais precisa . Parabéns World Food Programme !