mundoH51 - Page 19

PORTUGAL a Helpo nas Fontainhas : retratos da comunidade .

1�
Cascais , Catarina Marques e Carolina Marques
O apoio da Helpo à comunidade das Fontainhas , em Cascais , tem o foco nas crianças e jovens mas , através delas , chega às suas famílias de uma forma cada vez mais próxima , caminhando assim para um apoio mais integrado . Os tempos de confinamento , apesar do encerramento das atividades presenciais , vieram aproximar ainda mais a relação com as famílias . Contamos aqui a história de duas famílias , que fazem parte da ‘ família Helpo ’ das Fontainhas !
UMA PORTA ABERTA ÀS FAMÍLIAS . No Verão de 2019 , chega-nos o Luís , com 10 anos . Tinha terminado o 1 .º ciclo e aproveitou o “ BRINCA nas férias ” para desfrutar do Verão antes de iniciar a aventura do 2 .º ciclo . Correu tão bem , que ficou connosco e , no início do ano letivo , juntamente com a irmã Mafalda , de 14 anos , inscreveu-se nas atividades letivas . No início do ano letivo , chegam todas as preocupações da mãe Sandra , com a passagem do filho para o 5 .º ano e com todas as mudanças que isso acarreta : a necessidade de estar acompanhado durante a tarde , após as aulas e o apoio ao estudo numa fase , na qual os desafios são tantos . Fomos ajudando a tranquilizar a Sandra com o crescimento do Luís , e fomo-lo acompanhando enquanto se tornava mais autónomo e se adaptava à nova realidade escolar e social . As preocupações da Sandra não ficam por aqui . Conhecemos a Mafalda , jovem de 14 anos , muito introvertida , que já nos chega com a vontade de ser voluntária . Assim , começa como beneficiária do apoio ao estudo , ao mesmo tempo que a Helpo beneficia da sua ajuda na Ludoteca e também no apoio ao estudo às crianças do 1 .º ciclo . Foi criando uma estreita relação com a equipa da Ludoteca e com a equipa de voluntários mais velhos , que lhe foram servindo de referência ao longo do percurso . Envolveu-se em projetos , cresceu com eles e fê-los crescer ! Em momentos de escolhas decisivas , como a passagem para o 10 .º ano , bate-nos à porta , tanto para pedir conselhos , como para os agradecer . Também nos bate à porta , quando lhe pedimos ajuda ! É frequente ouvir a Sandra dizer-nos que a “ Mafalda ficou outra depois de entrar para a Helpo … ela adora !”. Como voluntária sempre responsável e disponível , foi divulgando pela família os benefícios que o voluntariado teve na sua vida . E , assim , nos chegou o Jorge , tio da Mafalda e do Luís , apaixonado pelos livros , com disponibilidade para nos doar parte do seu tempo no trabalho de logística da triagem e organização na loja social , sempre com o entusiasmo estampado no sorriso . É desta forma , que a família Moura faz parte de nós , e nos bate à porta , sabendo que a nossa porta está sempre aberta ! A Madalena e a Filipa são duas irmãs que frequentam o 3 .º e 4 .º ano do 1 .º