Melhorando a Mona Lisa - Page 3

que jogou tinta vermelha na obra em abril de 1974 tivesse conseguido sujar mais do que simplesmente a moldura de proteção. Teria ela com isso melhorado a obra ou aumentado seu valor? Existe uma obra ainda mais importante que ninguém é capaz de tornar mais valiosa por meio de retoques, nem mesmo você ou eu. Cada um de nós comete o que chamamos de “pequenos erros” em nossa vida. A maioria de nós está disposta a admitir que não somos perfeitos, que já cometemos “deslizes” e que agimos de formas das quais hoje nos arrependemos. Deus, o Santo Deus, a quem devemos responder, afirma: “Todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus” (Romanos 3:23). Ele tinha uma obra prima planejada para nossa vida, que seria para Sua glória e nossa alegria. Nós a desfiguramos com nossa vontade própria, luxúria, raiva, inveja e egoísmo. Quantidade nenhuma de retoques seria capaz de melhorá-la. É impressionante que Deus nos ama profundamente apesar de nossa rebelião contra Ele e de estragarmos Seus tesouros. Para que Deus pudesse expressar Seu amor de uma forma perfeita, que Lhe permitisse o direito de nos receber em Sua presença, Jesus Cristo veio a este mundo para pagar a pena máxima pelo pecado: a morte. Ele veio para expiar de forma completa e absoluta toda a culpa daqueles que confiam Nele como Salvador. “Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna” (João 3:16). Ao completar Sua obra de sofrer na cruz pelo pecado que Ele não havia cometido, o Senhor Jesus anunciou: “Está consumado” (João 19:30). A obra prima final de Deus - Sua obra justa e correta para livrar do pecado