Livros Primeiros passos - Page 13

A Palavra de Deus 13 o de ouvir que os meus filhos andam na verdade” (3 João 4). “Eis que o obedecer é melhor do que o sacrificar, e o atender melhor é do que a gordura de carneiros” (1 Samuel 15:22). Mesmo que sejamos diligentes em nosso serviço, ele nunca pode fazer com que evitemos os claros mandamentos da Escritura e desobedeçamos ao que o Senhor disse. O cristão deve servir a Deus em um lugar onde a sua Palavra pode ser obedecida e todos os assuntos da Sagrada Escritura podem ser ensinados. Quando respondermos ao nosso Mestre no tribunal de Cristo, a palavra de aprovação será: “Bem está, bom e fiel servo. Sobre o pouco foste fiel, sobre muito te colocarei; entra no gozo do teu senhor” (Mateus 25:23). Quando procuramos obedecer a Palavra de Deus podemos encontrar muitas pessoas que tentam nos impedir – talvez até os nossos amigos e parentes. O desejo de obedecer à Palavra de Deus pode levar jovens crentes a entrar em conflito com os seus pais, e a Escritura exige que os obedeçamos. Isso pode ser muito difícil. Jovens que passam por isso precisam ser pacientes, especialmente se moram na casa dos pais. Nós devemos esperar porque o Senhor sabe o que está em nosso coração. Se mostrarmos comportamento cristão em tudo que fazemos em casa, os pais podem mudar a sua atitude e nos permitir que honremos ao Senhor como desejamos fazer. Contudo, a Escritura é clara ao afirmar que a nossa responsabilidade maior deve ser em relação ao próprio Senhor: “Quem ama o pai ou a mãe mais do que a mim não é digno de mim; e quem ama o filho ou a filha mais do que a mim não é digno de mim” (Mateus 10:37). A obediência à Palavra de Deus é essencial, especialmente em questões de honestidade, pureza e separação de costumes ímpios e caminhos pecaminosos. Finalmente, a Escritura é muito clara sobre uma bênção especial aos que podem dizer “Lâmpada para os meus pés é tua palavra e luz, para o meu caminho” (Salmo 119:105). Essa bênção especial é a presença permanente do próprio Senhor Jesus Cristo. Ele prometeu: “Se alguém me ama, guardará a minha palavra, e meu Pai o amará, e viremos para ele e faremos nele morada” (João 14:23).