Livros Primeiros passos - Page 12

12 Primeiros Passos Para uma descrição da vida na igreja local, a Palavra de Deus é muito clara. A primeira epístola de Timóteo foi escrita para mostrar como se comportar “na casa de Deus, que é a igreja do Deus vivo” (1 Timóteo 3:15). Muitas igrejas são guiadas por ideias humanas. Concílios ou comitês criam leis e decretos, credos e confissões, legislando para as várias seitas às quais pertencem. Mas a “igreja do Deus vivo” precisa ser governada pela Palavra do Deus vivo. Ela precisa estar sujeita a Cristo, o seu Cabeça, pois ela leva o seu nome diante do mundo. Deus nunca mudou a Palavra em qualquer ponto do Novo Testamento. O que foi escrito há muito tempo ainda se aplica hoje. O cristão deve pegar a sua Bíblia e comparar as igrejas de hoje com o que Deus descreve na Escritura. É possível que ele se sinta como o rei Josias, quando o livro da Lei, perdido havia muito tempo, foi encontrado. Ele comparou as práticas religiosas da época com o que encontrou escrito no livro. Ele descobriu que “nossos pais não guardaram a palavra do SENHOR, para fazerem conforme tudo quanto está escrito neste livro” (2 Crônicas 34:19-21). E, imediatamente, ele começou a corrigir as práticas erradas, de acordo com aquele livro, a Palavra de Deus. Devemos fazer o mesmo hoje. Confusão e desordem podem ser encontradas em qualquer lugar na Cristandade, mas Deus e a sua Palavra permanecem os mesmos. Não podemos restaurar a igreja ao que ela era no dia de Pentecostes, quando “todos os que criam estavam juntos” (Atos 2:44), mas podemos seguir o ensino do Novo Testamento sobre a igreja. Vamos estudar as nossas Bíblias e ver o que é a igreja de Deus – sua comunhão, seu propósito, sua ordem, suas regras, sua disciplina. Aprenderemos o que é o louvor e quem são os adoradores; o que Deus diz sobre o batismo e quem deve ser batizado; o que é a ceia do Senhor e quem pode participar dela. Podemos nos reunir em nome do Senhor Jesus e apreciar a comunhão com todos aqueles que o receberam. Tradições e costumes têm mudado, mas Deus e a sua Palavra nunca mudam. A Palavra de Deus requer a nossa obediência Deus espera que obedeçamos à sua Palavra. Nada o agrada mais do que a nossa submissão a ela. “Não tenho maior gozo do que este: