Group of Women Parliamentarians POR (website) - Page 8

Passagem da igualdade formal à igualdade real

INAUGURAÇÃO

Marcela Guerra Castillo

Senadora do México e Anfitriã do Encontro

"Estamos cientes de que o objetivo de alcançar uma igualdade de gêneros eficaz vai além da esfera de participação exclusivamente política: a igualdade é socialmente construída e busca integrar completamente os direitos das mulheres nas vidas sociais e econômicas de nossas sociedades. E é nessas linhas que trabalharemos hoje e amanhã. O ParlAmericas sempre representou um espaço ideal para discussões entre especialistas e membros dos parlamentos a respeito dos roteiros a serem seguidos para alcançar os acordos políticos necessários para conquistar a verdadeira igualdade entre os gêneros, uma igualdade que possibilite reduzir a atual lacuna entre a lei redigida e a lei praticada. E essa não será uma exceção".

Juan Manuel Gómez Robledo

Subsecretário para Assuntos Multilaterais

e Direitos Humanos, Ministério das Relações Exteriores do México

"Na esfera política, a igualdade não tem início, nem tampouco fim, ... Padrões de discriminação familiar, social e nas esferas privadas têm impacto direto sobre a falta de grandes números de mulheres em cargos importantes da esfera política ou pública... Sem dúvida há muito a ser feito para alcançar a participação das mulheres em pé de igualdade em todos os aspectos da vida em nossos países, também em iniciativas sociais. Alcançar níveis de desenvolvimento mais altos e consolidar nossas democracias são aspirações que exigem que trabalhemos para que a inclusão seja total em todas as esferas da sociedade... ".

Jennifer Simons

Presidente da Assembleia Nacional do Suriname e Presidente do Grupo de Mulheres Parlamentares

“Igualdade formal é um pressuposto fundamental em nossas sociedades. Seus princípios têm sido usados para remediar algumas das formas mais explícitas de discriminação contra mulheres. Mesmo assim, a igualdade formal não reconhece a diferença como uma fonte de desvantagens, podendo ser usada para desconsiderar os efeitos negativos das relações de poder. Enquanto isso, a igualdade de gêneros substantiva ou real garante que a aplicação das leis e regras, bem como os resultados destas, não seja discriminatória. Ao buscarmos a igualdade substantiva, reconhecemos a importância do contexto, inclusive da desvantagem histórica, bem como a forma como estes elementos impactam as experiências de vida das mulheres em nossos países... "