Group of Women Parliamentarians POR (website) - Page 33

Relatório do Encontro Anual do Grupo de Mulheres Parlamentares

3 1

Exposição do assédio político no Peru

A congressista Sra. Mendoza, abriu seus comentários destacando um paradoxo que caracteriza o Peru e diversos outros países do hemisfério: durante a última década o crescimento econômico tem sido sustentado, e, mesmo assim, as taxas de violência sexual e desigualdade econômica persistem. Ela deu exemplos e indicou que seu país apresenta a mais alta taxa de denúncias de estupro da região, e as mulheres recebem em média 30% a menos que os homens.

Sua apresentação focou sobre uma barreira específica para as mulheres: o assédio político. Apesar de este ocorrer em diversas condições no Peru, na maioria dos casos os agressores são autoridades do mesmo partido que o da mulher agredida. Não só as mulheres eleitas são vitimadas pelo assédio político; isso ocorre em todos os níveis de governo e com mulheres nomeadas ou candidatas a cargos.

Infelizmente não estamos falando de casos

isolados... Aproximadamente 40% das

mulheres que representam autoridades

foram vítimas de assédio político

ela explicou. Esse número é alto, porém o número real é muito mais alto uma vez que muitas mulheres não ousam denunciar a violência. Denúncias públicas muitas vezes delongam e agravam a agressão.

A congressista Mendoza compartilhou exemplos de diversos casos de que foi informada, notando que essas situações são especialmente frequentes nos níveis provinciais e nas áreas rurais. Em alguns casos, as líderes são enviadas para preparar comidas durante reuniões políticas, e, portanto,

"

"