Group of Women Parliamentarians POR (website) - Page 15

13

· Dificuldades para que as mulheres obtenham os recursos financeiros

para disputar campanhas políticas, somadas ao seu status econômico mais baixo e falta de apoio para suas candidaturas pelos negociadores de poder, que são tradicionalmente homens.

· Cultura política negativa (as mulheres ficam apreensivas de serem

associadas com o sistema político).

· Estruturas partidárias dominadas por homens e sistemas de seleção de

candidatos que não nivelam as oportunidades para candidatos homens e mulheres, apesar do papel crítico e predominante da mulher no trabalho organizacional dos partidos e nas campanhas eleitorais.

Para aumentar o apoio à sua moção, a senadora Duncan-Price trabalho junto a diversos atores externos. Uma ONG parceira, em especial, a 51% Coalition, desempenhou papel crucial na pesquisa, análise e mobilização de parlamentares mulheres de todos os principais partidos. Também foi importante envolver uma empresa de relações públicas para chamar a atenção para a importância da moção. Uma das principais mensagens veiculadas na mídia foi a de que “a igualdade de gêneros é uma decisão econômica inteligente”. Apesar de muitos tentarem combater os argumentos apenas das cotas, por exemplo, ou afirmarem que as mulheres estavam "tomando o poder", ela trabalhou junto às mídias e aceitou convites para fazer apresentações junto aos grupos cívicos para garantir a clareza do discurso público. Além disso, a apresentação da moção foi feita em um momento estratégico, tendo sido protocolado um dia antes do Dia Internacional das Mulheres.

Durante os dois meses de diálogo nacional, a moção recebeu apoio tempestivo: Em resposta à tendência de destacar que na Jamaica há oito deputadas, seis senadoras e três prefeitas, o que é um progresso suficiente, a primeira-ministra Portia Simpson Miller afirmou que: 5

Moção para avançar a colocação de mulheres em cargos de liderança e de tomada de decisão

“FICA RESOLVIDO que um Comitê Selecionado Conjunto será convocado para considerar e fazer recomendações que:

i. Busquem identificar, abordar e corrigir desigualdades sistêmicas referentes ao gênero que levam à sub-representação das mulheres no Parlamento e nas autoridades locais, órgãos dos partidos políticos e em conselhos públicos, inclusive através de "medidas especiais temporárias", conforme recomendação da Convenção para a Eliminação de Todas as Formas de Discriminação contra as Mulheres (CEDAW);

ii. Busquem garantir que o processo legislativo inclua oportunidades significativas de diálogo entre os parlamentares e seus representados sob propostas de lei e como estas afetam suas famílias, seu sustento e suas comunidades, reconhecendo que as mulheres e homens têm diferentes necessidades, interesses e responsabilidade relevantes para a elaboração de políticas legislativas eficazes e ágeis".

Aprovada pelo Senado da Jamaica no dia 16 de maio de 2014

Relatório do Encontro Anual do Grupo de Mulheres Parlamentares

"

"

Um avião avança no céu, e, o mesmo é verdade para a charrete que está no chão. A diferença é a velocidade. Sim, o progresso está acontecendo, mas a questão do ritmo é uma consideração fundamental