Fluir nº 2 - fevereiro 2019 - Page 5

5

cerne de um tal programa, algo de anarquista, e a utopia de que a arte possa ser, mesmo que só de vez em quando, de todos e para todos. Daí que a

colaboração dos que se revêem na ideia seja um acto de pura generosidade cultural. No número dois, quisemos olhar para «o outro». E sob esse tema, terrível ou não, mas sempre inquietante – sem cuja secreta presença, porém, como nos lembra Molina, não haveria literatura – reunimos um grupo de que nos orgulhamos, e aqui fazemos desfilar por ordem alfabética: Ana Margarida de Carvalho, Helena Araújo, João Barreiros, Maria Antónia Oliveira, Maria do Rosário Pedreira, Marta Chaves, Paula Fonseca, Raquel Serejo Martins, Sandra Catarino, Tiago Salazar. Last but not least, uma menção especialíssima para o trabalho do jovem Eduardo Gomes, autor da capa em que, tão belamente, deu forma à sua visão do Outro.

A todos, a nossa admiração. O nosso reconhecimento.

Em breve regressaremos.