Enc. Educação_«88 Palavras para Contar uma História de Natal» Encarregados de Educação_ Livro Digital_LÁPIS - Page 15

Outros Mundos É véspera de Natal. Não veio ninguém sentar-se no banco do jardim. Nem o casal de namorados. No verão delicio-me com tantos que procuram a minha sombra, mas hoje, na escuridão da tarde cinzenta, ninguém! Desejava ser uma daquelas árvores de Natal, colorida, no aconchego de um lar feliz. Reparo nos sem-abrigo enregelados na chama da fogueira quase apagada. Vieram arrancar-me um galho, e outro… A fogueira crepita agora com a minha lenha e aquece a alma daquela miséria. Esta noite sou uma árvore de Natal! Isabel Guilherme Encarregada de Educação dezembro 2017