Enc. Educação_«88 Palavras para Contar uma História de Natal» Encarregados de Educação_ Livro Digital_LÁPIS - Page 13

Árvore de Natal No verão quente, a velha árvore sombreava, impedindo que o sol castigasse a pele ameninada mas já curtida por manhãs geladas, onde o aconchego, em forma de creme hidratante, nunca chegou. Agora era inverno e a escuridão medonha. Com altruísmo ímpar, tornou a seiva combustível e do seu ramo mais alto, surgiu uma chama que tornou mágica aquela noite. Foi a forma encontrada para proporcionar o amor incondicional a que todas as crianças têm direito, mesmo as “institucionalizadas”. Afinal, era mesmo a árvore de Natal! João Pedro Gaspar Encarregado de Educação dezembro 2017