Ateneu Química - Tabela Periódica - Page 6

Parafuso Telúrico A aceitação desse método foi pequena, pois os valores das massas atômicas eram, muitas vezes, errôneos e imprecisos. Lei das Oitavas Esse modelo também foi banido por apresentar problemas, novamente, com os valores das massas atômicas. Ou seja, alguns elementos estavam em lugares errados: o cloro e o flúor, por exemplo, não possuem características semelhantes ao Cobalto ou ao Níquel. Apesar de fracassados, esses modelos contribuíram para o constante aperfeiçoamento sobre a classificação dos elementos químicos. Dois cientistas trabalharam isoladamente um do outro, mas chegaram a Julius Lothar Meyer (1830-1895) e Dmitri Ivanovitch Mendeleev (1834-1907), sendo o trabalho de resultados parecidos, foram eles: Mendeleev mais ousado. Mendeleev apresentou seu modelo de classificação dos elementos à real Sociedade Russa de Química, onde obteve grande aceitação. A sua teoria pode ser confirmada com algumas observações suas: 1 2 “Os elementos, se dispostos de acordo com as massas atômicas, revelam evidente periodicidade de propriedades"; “Devemos esperar a descoberta de muitos elementos ainda desconhecidos; por exemplo, elementos análogos ao alumínio (eka-Alumínio) e ao silício (exa-Silício), cujas massas atômicas ficariam compreendidas entre 65 e 75". Ou seja, Mendeleev afirmava que as propriedades dos elementos são uma função periódica de suas massas atômicas.