As Dispensações - Page 25

GRAÇA aquele dia terrível em que Deus intervém diretamente , vindicando Seu Filho e “ derramando ” Sua ira em um mundo incrédulo e impenitente .
Conclusão
Temos o privilégio de viver na era de mais destaque até este ponto da história mundial . Temos um relacionamento único com a Deidade : um Pai no céu , um Cristo ressurreto à direita do Pai e o Espírito Santo habitando em nós . Temos um nascimento celestial , uma posição celestial e uma promessa de um Salvador que virá do céu para nos levar para estarmos com Ele . Não apenas recebemos a revelação completa de Deus , mas também recebemos a capacitação divina para cumprir Seus propósitos “ permanecendo em Cristo ” e “ andando no Espírito ”. Somos , de fato , um povo abençoado .
Compreender a verdade sobre a Dispensação da Graça não deve apenas nos encher de gratidão e atrair uma resposta de amor dos nossos corações , mas também deve aguçar nosso foco no propósito de Deus em nosso tempo e inspirar nossa visão e compromisso de viver para Sua glória .
O propósito principal de Deus nesta era não é tornar o mundo um lugar melhor , nem promover mudanças sociais , nem estabelecer movimentos políticos “ cristãos ”. Seu propósito é tomar das nações um povo para o Seu nome ( Atos 15:14 ). A promessa de Cristo foi que Ele “ edificaria a sua igreja ” ( Mateus 16:18 ). Ele comissionou os Seus para levar uma mensagem de vida , esperança e salvação , e essa mensagem permeou os limites da terra por muitos séculos . Graças a Deus ela veio até nós . Servimos a um Salvador ressuscitado e estamos ligados a um Rei – embora Ele esteja sendo rejeitado e exilado nos nossos dias . Ele estabelecerá um reino terreno ( consideraremos isso em nosso próximo artigo ), mas ainda não ! Neste ponto , Ele está edificando Sua Igreja – um projeto que logo estará concluído , momento em que Ele virá nos ares e nos levará para estarmos com Ele . Enquanto isso , vivamos para Sua honra nesta dispensação de privilégios incomparáveis .

Seu propósito é tomar das nações um povo para o Seu nome .

25