As Dispensações - Page 22

GRAÇA

A dispensação atual – a era da graça – é única na história da redenção . Hebreus 9:26 fala da “ consumação dos séculos ” ao descrever a primeira vinda de Cristo à terra , enquanto 1 Coríntios 10:11 descreve pessoas “ para quem já são chegados os fins dos séculos ”. A dispensação atual não é o capítulo final da cronologia histórica do homem , mas é caracterizada exclusivamente como a consumação da revelação de Deus para o homem antes de Ele intervir de forma espetacular para estabelecer um governo divino direto nesta terra criada .

Um equívoco comum acerca da verdade dispensacionalista é que ela estabelece “ cortes rápidos ” que dividem uma era da outra , sugerindo que “ uma dispensação termina à meia-noite e outra começa às 00:01 ”. Esse , obviamente , não é o caso . É comum haver períodos de transição , à medida que os tratos de Deus sob uma administração chegam ao fim e uma nova era amanhece . Esse é , definitivamente , o caso na transição da lei para a graça .
O amanhecer da atual dispensação começou com a vinda de Cristo – “ Porque a lei foi dada por Moisés ; a graça e a verdade vieram por Jesus Cristo ” ( João 1:17 ) – e certamente inclui Sua obra na cruz ( Hebreus 9:26 descreve Sua manifestação para “ aniquilar o pecado pelo sacrifício de si mesmo ”). Seu início “ técnico ” pode muito bem ser visto como o advento do Espírito e a inauguração da
Igreja em Atos 2 no dia de Pentecostes . No entanto , o julgamento final da nação de Israel , trazendo o fim da era da lei com a destruição total de Jerusalém em 70 d . C ., precisa ser mantido em mente . Portanto , há um período de transição entre a lei e a graça que atravessa o interregno histórico do livro de Atos .
Da mesma forma , o fim da era da graça será marcado por um evento repentino : o Arrebatamento da Igreja ; mas também terá um tempo de transição antes que

Pela primeira vez na história da redenção ,

a revelação divina veio diretamente da Deidade , sem qualquer intermediário humano ou angelical .

22