As Dispensações - Page 12

INOCÊNCIA

É

difícil para nossas mentes capturar a beleza , glória , majestade e perfeição primitivas que marcaram o primeiro período da história do homem . Um Deus que tudo vê , com sabedoria onisciente , examinou tudo como existia naquele estado de bemaventurança e disse que era “ muito bom ” ( Gênesis 1:31 ). Quanto tempo durou esta era de perfeição , não sabemos – mas sabemos que terminou em tragédia incalculável !
Esta primeira das sete dispensações ( ou administrações ) distintas que abrangem o panorama dos tratos de Deus com a humanidade serve , de muitas maneiras , como um microcosmo do que se desdobrará em cada era sucessiva . Ela estabelece o ciclo que se repetirá em todas as eras subsequentes : uma nova revelação de Deus , uma responsabilidade correspondente colocada sobre o homem , a rebelião do homem contra Deus e a desobediência à Sua instrução e , finalmente , a retribuição ou julgamento de Deus sobre o homem por sua falha .
Romanos 15:4 nos diz que “ tudo que dantes foi escrito , para nosso ensino foi escrito ”. Uma nota semelhante é tocada ( embora com referência àqueles sob a dispensação da lei ) em 1 Coríntios 10:11 : “ Ora , tudo isso lhes sobreveio como figuras , e estão escritas para aviso nosso , para quem já são chegados os fins dos séculos ”. Ao considerarmos cada dispensação , devemos reconhecer que , embora não tenhamos vivido naquelas eras e as instruções dadas e as responsabilidades conferidas não se apliquem necessariamente a nós , elas ainda estão registradas para nosso aprendizado e há lições vitais para aprendermos com elas .
Revelação Gênesis 2:16-17 descreve a comunicação direta de Deus com Sua principal criatura , o homem , quando Ele lhe deu domínio sobre Sua criação recém-formada . Observe como Deus comunica Sua mente e vontade de maneira clara , simples e inequívoca . Não há nada ambíguo ou incerto sobre Sua intenção ou Sua instrução . Observe também a autoridade de Suas palavras . O texto nos diz que o Senhor Deus “ ordenou ” ao homem . Não foi uma sugestão nem uma recomendação – foi um comando claro e impositivo : “ De toda árvore do jardim comerás livremente , mas da árvore da ciência do bem e do mal , dela não comerás ; porque , no dia em que dela comeres , certamente morrerás ”.
Responsabilidade
Antes de dar a instrução mencionada acima , Deus delineou ao homem Seu privilégio e responsabilidade particulares relativos à criação da qual ele era a joia da coroa : “ Dominai sobre os peixes do mar , e sobre as aves dos céus , e sobre todo o animal que se move sobre a terra ” ( Gênesis 1:28 ). O homem teve uma única mordomia ( administração ) de Deus – exercer domínio e autoridade sobre tudo o que veio das mãos de Deus e conduzir esta criação imaculada ao seu potencial e promessa ilimitados . O ingrediente primordial para o cumprimento dessa responsabilidade apontada no capítulo 1 seria a obediência às instruções simples dadas no capítulo 2 . A obediência é a única resposta legítima do homem à instrução de Deus – e tem sido exigida por Deus em todos os tempos .
Note que a obediência necessária não era para machucar o homem , nem o privar . A revelação de Deus estava capacitando e proporcionando liberdade – tudo de que o homem precisava havia sido providenciado por Deus . Não apenas isso , mas , para além
12