As Dispensações - Page 11

CONSTANTES IMUTÁVEIS
Deus ao jardim no frescor do dia para chamar o caído Adão . Foi graça que Noé achou aos olhos do Senhor ( Gênesis 6:8 ), e foi graça que fez com que Deus agisse repetidamente em bondade e compaixão para com Seu rebelde povo terrestre . Pedro O descreve apropriadamente como “ o Deus de toda a graça ” ( 1 Pedro 5:10 ).
Da mesma forma , a fé sempre foi a base sobre a qual Deus dispensa Suas bênçãos a homens e mulheres . Nenhuma grande explicação é necessária aqui – uma simples leitura de Hebreus 11 torna este ponto bastante claro . Indo até Abel , o texto usa exemplo após exemplo abrangendo numerosas dispensações ao longo da história do Antigo Testamento para provar que “ sem fé é impossível agradar-Lhe ” ( Hebreus 11:6 ). Qualquer sugestão de que sob a lei Deus reconhecia “ obras ”, mas na era da graça Ele requer “ fé ” é uma representação grosseira da inequívoca revelação bíblica e de forma alguma uma descrição precisa da verdade dispensacionalista .
Salvação
Sempre houve , e sempre haverá , uma única base para o pecado ser perdoado e a salvação ser desfrutada : o “ único sacrifício pelos pecados ” que foi oferecido pelo Senhor Jesus Cristo na cruz ( Hebreus 10:12 ). Seu sangue representa o fundamento universal sobre o qual um Deus santo pode ser “ justo e justificador daquele que tem fé em Jesus ” ( Romanos 3:26 ). Os pecados das pessoas sob a lei não eram tirados pelos sacrifícios de animais ( Hebreus 10:11 ) – eles foram eliminados pelo único grande sacrifício pelos pecados que seria oferecido por um Substituto perfeito que “ se deu a si mesmo em preço de redenção por todos ” ( 1 Timóteo 2:6 ).
Obediência
O requisito básico de Deus para o homem é o mesmo em todas as épocas – obediência à revelação divina . Obediência não é uma característica exclusiva da “ lei ” que foi posta de lado na era da graça . “ Liberdade cristã ” não é liberdade para fazer o que quiser ; é liberdade para obedecer a Deus . A trágica marca caracterizadora do primeiro homem foi a desobediência ( Romanos 5:19 ) e , infelizmente , isso tem caracterizado a humanidade desde então . Mesmo na era da graça de hoje , Deus requer obediência – antes de tudo , ao evangelho ( 2 Tessalonicenses 1:8 ; 1 Pedro 4:17 ), e então de Seu povo redimido ( Romanos 6:16 ; Gálatas 5:7 ; Filipenses 2:12 ).
Conclusão
Esperamos que a breve visão geral que expomos demonstre que a verdade dispensacionalista não analisa artificialmente a Palavra de Deus para impor um sistema ou estrutura predeterminada em suas páginas e criar distinções e inconsistências nas relações de Deus com o homem ao longo das várias eras do tempo . Em vez disso , ela reconhece distinções e diferenças que estão claramente lá , enquanto abraça o caráter imutável e consistente de Deus em revelar a Si mesmo e Sua verdade para Sua criatura de uma forma progressiva ao longo dos séculos da história que se desenrolam .
Começando com o próximo artigo , veremos cada dispensação em ordem cronológica , examinando seus traços e características distintas e delineando a revelação progressiva dos planos e propósitos de Deus à medida que Ele avança em direção ao Seu objetivo final de glorificar a Si mesmo em Seu Filho .
11