A Voz dos Reformados - Edição n.º 173 Setembro/Outubro 2021 - Page 5

Em Destaque
Setembro / Outubro 2021 | A Voz dos Reformados 5

Em Destaque

eformados , Pensionistas e Idosos do Distrito de Beja ( FARPIBE / MURPI ) seguem conquistas significativas

individual é inevitável . Mas também nos ensinam que os componentes do nosso organismo são para ser usados , pois , caso não o sejam , vão perdendo progressivamente as suas capacidades . As articulações e os músculos existem para cumprir as nossas necessidades de locomoção . Use-os praticando exercício físico regular e a sua função não se deteriora . As nossas células cerebrais existem para pensar , refletir , questionar , trocar impressões com os nossos familiares e conhecidos . Use-as lendo , convivendo , colaborando em eventos culturais ou outros , e , importante , participando nas iniciativas das associações do MURPI , onde pode e deve dar a sua opinião e lutar pelas suas justas reivindicações para que possa envelhecer com saúde , com qualidade de vida , com direitos e com dignidade . Se assim o fizer , verá que , apesar da folhinha do calendário se virar inexoravelmente todos os anos , não se sentirá envelhecer , sentir-se-á vivo e útil aos seus filhos e netos , aos seus conhecidos e amigos e à sociedade !
Quais as prioridades da FARPIBE para os próximos três anos ? A Direção recentemente eleita está ainda em fase de instalação e de diagnóstico de problemas que urge resolver . Seja como for , podemos adiantar que estão na lista das nossas preocupações visitas e reuniões periódicas com as direções das associações do distrito , sendo prioritária a divulgação do Caderno Reivindicativo para 2022 logo após a sua aprovação pela Confederação do MURPI . Estão também na nossa lista de prioridades as comemorações do Dia do Idoso , a nossa participação no Dia Internacional da Mulher , nas comemorações do 25 de Abril e no 1 .º de Maio . Incentivaremos ainda as associações a participarem no Picnicão Nacional . Faz ainda parte da lista a preparação do X Congresso do MURPI a realizar em Maio de 2022 e a eleição dos respetivos delegados . Como estrutura intermédia que é , a Federação de Beja procurará estabelecer a ponte entre a Confederação e as Associações .
Que mensagem queres transmitir aos reformados deste distrito ? As leis biológicas ensinam- -nos que o nosso fim de vida

O movimento associativo dos reformados

Joaquim Gonçalves
A qualidade de vida do idoso tem como suporte fundamental a sua independência económica , isto é , uma pensão ou uma reforma que lhe permita enfrentar a vida sem os constrangimentos da pobreza e da miséria , mas é também fundamental que desenvolva uma atividade cognitiva e psicomotora para o bem da sua saúde física e mental . As associações unitárias de reformados constituem os principais polos do associativismo dos reformados ; devendo privilegiar múltiplas e variadas ações de índole cultural , animação , musical , desportiva e social , outras formas de arte que valorizam os tempos livres e promovem laços de amizade e de solidariedade e um vasto apoio à saúde e segurança social dos associados e utentes . Torna-se necessário que os dirigentes das atuais associações de reformados aceitem aplicar à vida associativa os princípios contidos na Carta de Princípios das associações de reformados , pensionistas e idosos , aprovada no 7 .º Congresso Nacional do
MURPI , ao mesmo tempo que se dedicam à organização das respostas sociais aos seus associados e aos seus utentes . Devem zelar pela integração social e cívica dos seus associados , promovendo debates , mobilizando-os na defesa das causas que lhes são próximas , organizando a luta pela defesa dos seus direitos . As associações de reformados devem envidar esforços para combinar atividades relacionadas com as respostas sociais ( centros de dia , apoio domiciliário e outras ) com outras atividades dirigidas aos reformados , pensionistas e idosos da comunidade donde provêm , com a realização de atividades que promovam uma ocupação saudável dos seus tempos livres , valorizando os seus saberes tendo em vista a satisfação da sua realização pessoal e social , tais como a realização de programas culturais e de lazer , na defesa do património cultural nas suas vertentes mais diversas : música , teatro , pintura , artesanato , dança e outras . As associações devem desenvolver ações que promovam a sua relação com os sócios e o reforço da sua ligação aos reformados , designadamente junto de novas camadas de reformados . As associações devem fazer ouvir a sua voz relativamente à situação dos reformados , nas decisões dos poderes políticos que afetam o bem-estar e os direitos dos reformados . É de valorizar a intervenção dos dirigentes associativos , que , com o seu trabalho voluntário , organizam a gestão para uma intervenção social e cultural dos associados e utentes , contribuindo para a qualidade de vida da comunidade e garantindo uma intervenção democrática e isenta pelo respeito da vontade expressa dos seus associados e com total independência dos poderes políticos , religiosos e de outra índole , devendo pautar a sua ação pelo funcionamento coletivo e democrático das suas direções e pelo incentivo de participação dos seus associados . É necessário retomar a vida associativa para mitigar a solidão e o isolamento a que os reformados e pensionistas estiveram e estão sujeitos como causa da crise pandémica .